Author Archives: curriculos

CLT ou PJ: qual escolher? Entenda as vantagens e desvantagens mulher segurando carteira de trabalho representando clt ou pj

Muitas pessoas, ao receber uma proposta de emprego, ficam com dúvida sob os regimes de contratação: CLT ou PJ? O CLT já é muito conhecido, sendo o modelo mais tradicional. No entanto, o modelo PJ tem crescido bastante nos últimos tempos, especialmente em áreas mais tecnológicas. Se você quer saber mais sobre cada um deles para entender qual funciona melhor para você, confira o artigo que preparamos abaixo. Continue lendo!

CLT ou PJ: qual a diferença?

Ao receber uma proposta de uma empresa, é muito importante que você avalie os pontos positivos e negativos de cada um destes regimes. Para que você faça uma boa escolha, entenda como funciona cada um desses modelos de trabalho!

CLT

Essa é uma sigla para Consolidação das Leis do Trabalho, um decreto que regulamenta todas as leis no que se refere ao direito trabalhista e relações individuais e coletivas de trabalho no Brasil.

Nesse modelo tradicional, há o registro na carteira de trabalho para efetivar esse vínculo entre colaborador e empresa. Isso garante a eles alguns direitos e garantias, como

  • Décimo terceiro salário
  • 30 dias de férias remuneradas anuais
  • FGTS
  • Recolhimento do INSS
  • Aviso prévio
  • Pagamento de horas extras
  • Entre outros

Muitas pessoas se sentem mais seguras em serem contratadas sob esse modelo. Afinal, caso ocorra a demissão, o empregado tem uma tranquilidade maior, podendo inclusive contar com a obtenção do auxílio-desemprego. 

No entanto, a CLT tem um alto custo ao empregador, sem falar nos descontos que fazem com que o contratado receba um valor líquido menor. 

PJ

Já o PJ representa a pessoa jurídica, aquele profissional que presta serviços. No regime PJ, não há vínculo empregatício e, por isso, também não conta com os benefícios previstos na CLT.

A empresa contratante pode ou não oferecer outros benefícios como vale-transporte, vale-refeição, seguro de vida, convênio médico, mas isso não é uma obrigatoriedade prevista por lei.

Sendo PJ, uma das principais vantagens é que o salário acordado não tem nenhum desconto. Portanto, é possível negociar valores maiores do que quem trabalha com carteira registrada.

Além disso, outro ponto que muitas pessoas consideram benéfico nesse regime é que o PJ não precisa necessariamente cumprir com uma jornada de trabalho fixa. Como não há vínculo empregatício, também não há necessidade de receber ordens de superiores. É possível também atuar com diversas empresas ao mesmo tempo.

Cálculo CLT x PJ

Como dissemos, existem muitos pontos que devem ser observados antes de escolher. Principalmente no quesito financeiro. Para o modelo CLT, o empregador tem muitos custos. Portanto, muitas vezes, as empresas não conseguem cobrir a oferta do mercado com a carteira assinada e preferem contratar PJ. 

No entanto, é necessário fazer o cálculo, tendo em vista que você não terá os benefícios e, caso abra uma empresa de regime MEI para emitir nota, deverá pagar os seus próprios impostos. 

Se você optar pelo regime de contratação PJ, faça o cálculo com base referencial um emprego CLT. Some o seu salário líquido + todos os benefícios que você poderia receber (VR, VA, FGTS, INSS, etc) e compare com a oferta salarial que a empresa está oferecendo.

CLT ou PJ: qual escolher?

A resposta é: depende do seu perfil de trabalho. Se você é do tipo que prefere a rotina, estabilidade, subordinação e os benefícios, então o regime CLT é o ideal pra você. 

Já se você tem um perfil mais ousado, é auto gerenciável, tem um bom controle financeiro e está pronto para ser o seu próprio chefe, então pode apostar no PJ.

Cada um tem suas particularidades, com vantagens e desvantagens. Vale estudar muito bem antes de aceitar ou fazer uma contraproposta salarial e investir na sua carreira. 


O que achou do nosso artigo sobre como CLT ou PJ? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/clt-ou-pj-qual-escolher-entenda-as-vantagens-e-desvantagens/ Saiba como calcular 2 parcela do décimo terceiro e quando cai esse valor mulher com moedas representando como calcular 2 parcela do decimo terceiro

Quando vai chegando o fim do ano, muitas pessoas já ficam ansiosas para receberem o décimo terceiro salário. Esse dinheiro extra que entra na conta pode ajudar a pagar contas, comprar a ceia de fim de ano, pagar uma viagem especial ou até mesmo entrar em um investimento para render. 

Porém, antes de planejar em que aplicar, é necessário entender quanto você vai receber em cada parcela e quando essa renda pode cair. Nesse artigo, explicaremos como calcular 2 parcela do décimo terceiro e também a primeira. Continue lendo!

O que é o Décimo Terceiro?

Trata-se de uma gratificação concedida até o final do ano, que foi criada em 1962 pela Lei 4.090/62. Esse benefício é como um “salário extra” pago aos trabalhadores. 

Segundo o artigo 1º da Lei 4.090/62:

“No mês de dezembro de cada ano, a todo empregado será paga, pelo empregador, uma gratificação salarial, independentemente da remuneração a que fizer jus.”

O pagamento é feito em duas etapas e possuem valores diferentes: a primeira deve ser realizada até o dia 30 de novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro. Portanto, as empresas podem escolher a data de pagamento contanto que obedeçam a esses prazos.

Quem tem direito ao 13º salário?

Os grupos incluídos nessa lei são:

  • Qualquer trabalhador com carteira assinada em regime da CLT, seja ele doméstico, urbano, rural, avulso ou intermitente;
  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Empregados afastados por acidente de trabalho ou licença maternidade;
  • Empregados afastados que passaram a receber o auxílio-doença e têm seu contrato de trabalho suspenso;

Como calcular o Décimo Terceiro

O valor do décimo terceiro é proporcional ao tempo de trabalho na empresa. Portanto, se a pessoa atuou o ano inteiro na mesma organização, ela recebe o benefício completo. No entanto, se ela trabalhou apenas 10 meses, por exemplo, o valor é calculado com base nesse período.

Como dissemos anteriormente, existem duas parcelas e os valores em cada uma são diferenciados. É importante saber detalhadamente quanto você irá receber para se programar. 

Cálculo primeira parcela do 13º

O cálculo da primeira parcela é mais simples. Se você ficou o ano todo na empresa, basta pegar o valor total do seu salário e dividir por dois. Essa parte não recebe desconto, portanto se você recebe R$2.000 por mês, a primeira parcela do seu 13º será de R$1.000. 

Porém, se trabalhou apenas por 9 meses, por exemplo, então deverá dividir o valor do salário por 12, multiplicar pelos 9 meses trabalhados e dividir em 2 para identificar o valor da primeira parcela.

1ª situação – R$2.000 / 12 = 166,66 x 12 = 2000 / 2 = R$ 1000

2ª situação – R$2.000 / 12 = 166,66 x 9 = 1.500 / 2 = R$750

Calcular 2 parcela do Décimo Terceiro

Já a 2 parcela do Décimo Terceiro sofre alguns descontos. Seu cálculo é um pouco diferente e deve ser feito com cuidado, pois são descontados:

  • Primeira parcela do 13º (já paga)
  • Previdência Social
  • Imposto de Renda
  • Pensão alimentícia (se houver)

Portanto, é necessário calcular o valor com base nas tabelas de descontos proporcionais ao seu salário, reduzir o valor que já foi pago da primeira parcela e assim, você chegará ao valor da segunda parcela.


O que achou do nosso artigo sobre como calcular 2 parcela do décimo terceiro? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/saiba-como-calcular-2-parcela-do-decimo-terceiro-e-quando-cai-esse-valor/ O que fazer com o primeiro salário: dicas para os jovens profissionais mulher segurando carteira de trabalho representando o que fazer com o primeiro salário

A sensação de receber o primeiro salário é indescritível para quem está entrando no mercado de trabalho. Afinal, é aí que começa a independência financeira de muitos jovens que estão driblando o desemprego. Se o dinheiro caiu na sua conta mas você ainda não sabe o que fazer com ele, não se preocupe. Só de estar buscando dicas e informações na internet sobre esse assunto, já é avanço! Para que você consiga ter um bom planejamento financeiro, confira as dicas que preparamos sobre o que fazer com o primeiro salário e faça bom uso do seu dinheiro. Continue lendo!

O que fazer com o primeiro salário

Assim que o seu primeiro pagamento cair, é muito importante que você reflita sobre o seu momento de vida, suas prioridades e os seus gastos. 

Pense em um primeiro momento no valor que você está recebendo e nos descontos. Em seguida, avalie suas despesas mensais: monte uma planilha onde você inclua seus gastos fixos (alguma conta que você pague, ajuda em casa etc) e variáveis (saídas para comer fora, passeios e afins).

O mais importante é que você mantenha um controle e cuide do seu dinheiro para acabar não gastando mais do que recebe e não entre em nenhuma dívida que não consiga pagar.

Dito isso, vamos ao que importa: como gastar (ou investir) o seu primeiro salário! Confira algumas opções:

Comemore!

O seu primeiro emprego remunerado merece uma celebração, não acha? A melhor forma de fazer isso é reunir os seus amigos e familiares, as pessoas que você ama e apoiaram você até esse momento, e marcar uma comemoração, seja saindo para comer ou até mesmo preparando algo especial em casa mesmo.

Compre algo para você

Outra opção para aqueles que recebem o primeiro salário é comprar algo que sempre quis, como uma roupa, um calçado, um celular, o que for. Isso também é algo importante para a autoestima, afinal você deu duro o mês todo para poder fazer essa compra. Mas atenção e cuidado para não acabar gastando em excesso e planeje-se para não acabar se endividando.

Aposte na sua educação

No primeiro mês, essa pode não ser necessariamente a sua prioridade, mas é importante pensar em formas de crescer na sua carreira. Invista na sua educação, seja em uma faculdade, em um curso profissionalizante ou aulas de inglês. O conhecimento será responsável por abrir muitas portas para a sua profissão e fazer você obter muitos outros salários.

Cuide da sua saúde

Esse é um excelente momento também para fazer um check-up ou começar a praticar exercícios. Se você ainda não conta com um plano de saúde, esse é um momento para contratar um. Você também pode se inscrever em uma academia, em um clube ou começar a praticar um esporte.

Poupe dinheiro

Não se esqueça também de separar uma parte da sua renda todos os meses para montar uma reserva. Esse dinheiro pode te ajudar a ter mais tranquilidade e segurança em momentos mais apertados financeiramente. Além disso, também pode te ajudar a realizar um objetivo de médio ou longo prazo, como viajar, fazer um intercâmbio ou comprar um carro, por exemplo.


O que achou do nosso artigo sobre o que fazer com o primeiro salário? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/o-que-fazer-com-o-primeiro-salario-dicas/ Como conseguir emprego em outro estado? Dicas para te ajudar Emprego em outro estado

Confira as dicas de como conseguir emprego em outro estado e prepare-se para mudar!

Em muitos casos, o nosso sonho profissional simplesmente não pode ser realizado na cidade onde vivemos. Se esse é o seu caso, então esse é momento de conseguir um emprego em outra cidade ou estado.

Ao se entregar neste desafio, você conhecerá novas pessoas e verá uma gama de possibilidades de desenvolvimento profissional que talvez jamais enxergaria se continuasse em seu emprego atual. Isto é sinônimo de abrir novos caminhos. 

Confira as dicas que preparamos e saiba como conseguir emprego em outro estado. Continue a leitura! 

7 dicas para conseguir um emprego em outra cidade

Geralmente, quando a empresa encontra um candidato que mora em outro estado, ela entende que é muito custoso uma mudança. Mas, caso você deixe claro que, além de não ser custoso, é algo que você tem interesse pela vaga, fica mais fácil de ser selecionado. 

Portanto, confira as dicas abaixo e aumente suas chances de arrumar um emprego em outra cidade.

1. Deixe clara a sua intenção de se mudar

Explique para o recrutador que você está realmente interessado em mudar de cidade. Para isso, use cartas de apresentação para resolver esse conflito, deixando claro que você enxerga a vaga como uma oportunidade para começar uma nova fase em um novo lugar.  

2. Assuma as despesas de mudança

Em alguns casos a empresa decide por um trabalhador local devido aos custos altíssimos que você possa representar. Ou seja, se você está realmente decidido a morar em outra cidade, uma boa opção pode ser assumir as despesas dessa mudança. Mas, isso é um assunto que também pode ser mencionado na apresentação.

3. Acione sua rede de contatos

O networking é uma ferramenta valiosa! Por isso, use as redes sociais, como o LinkedIn ou os grupos do Facebook, para saber se você conhece alguém que trabalha na empresa para a qual você está interessado ou até mesmo para passar a conhecer pessoas da região que possam te ajudar.

4. Opte por empresas grandes

Se você não consegue arcar com as despesas de sua mudança, uma boa alternativa é se desenvolver e preparar o seu currículo para entrar em grandes empresas. Geralmente esse tipo de companhia conta com mais recursos que podem te ajudar.

5. Destaque sobre suas habilidades

É importante identificar as empresas que mais necessitam de suas habilidades específicas e, claro, deixá-las bem destacadas tanto no currículo quanto na conversa com o recrutrador. Isso aumenta muito as suas chances de contratação. 

6. Procure cidades com empresas no seu setor de atuação

Invista suas energias nas cidades e empresas que você se identifica por causa de suas habilidades e formação. Agora, se você pretende mudar de área de atuação, pense em se especializar em outro ramo antes mesmo de sair da cidade em que está.

 7. Faça um bom currículo

Obviamente, este passo é indispensável para qualquer candidato que esteja a procura por empregos. Deixe seu currículo organizado e bem formatado, com suas informações bem destacadas. Para isso, conte com a Currículos Vencedores!

Prepara-se para a mudança!

É importante se preparar com antecedência. Por isso, crie um cronograma para cada etapa do seu processo de mudança. Fique atento aos prazos para planejar os detalhes da viagem e encontre uma empresa especializada para te ajudar nessa nova carreira.

Fale com a Currículos Vencedores

A Currículos Vencedores está aqui para te ajudar na busca da melhor oportunidade profissional. Nosso Headhunter analisa suas informações e prepara um currículo personalizado para que você alcance a vaga dos seus sonhos.

O que achou do nosso artigo? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-conseguir-emprego-em-outro-estado-dicas-para-te-ajudar/ Consultoria Headhunter: entenda por que usar! Consultoria Headhunter

Conheça o trabalho de uma consultoria headhunter e dicas de como escolher para sua empresa

A maior preocupação ao gerir um negócio eficiente e com bons resultados é a capacidade de captar os talentos certos que vão atuar em sua empresa, pois isso garante um bom ambiente de trabalho e melhora a competitividade no mercado. 

No entanto, nem sempre a pessoa responsável pela equipe consegue encontrar o profissional ideal. É por isso que ela conta com a consultoria headhunter. Acompanhe o conteúdo completo que preparamos para ajudar você a entender melhor sobre o trabalho de um headhunter e conte com a Currículos Vencedores. Confira!

Mas, afinal, o que é ser headhunter?

Geralmente os headhunters são profissionais responsáveis por recrutar candidatos para posições gerenciais e cargos de alta liderança. 

São considerados uma espécie de caça-talentos, altamente especializado, com know-how suficiente para encontrar um profissional específico para a vaga. Portanto, isso significa que ele atua com ferramentas que exigem uma combinação única de características, uma vez que cada contratação exige análises profundas do candidato.

Muitos profissionais não possuem formação em Recursos Humanos, mas provém de outras áreas como direito, administração ou gestão empresarial, por exemplo. No entanto, a partir de conhecimentos aplicados, ele desenvolve habilidades necessárias para atuar como um headhunter.

Características de um headhunter

Normalmente, o headhunter lida com todo o processo, desde a pesquisa até a coordenação da proposta e integração do melhor candidato. A sua agilidade e precisão são indispensáveis para quem escolhe seguir essa carreira. Confira:

Observação aguçada

Este profissional visa descobrir traços sobre os candidatos que vão além das habilidades comumente analisadas. Isso inclui: objetivos e metas pessoais, estilo de vida, crenças, entre outros.

Escuta ativa

Algumas informações importantes são revelações que não necessariamente seriam fornecidas em forma de resposta a uma pergunta. Por isso, é necessário prestar atenção em todos os detalhes e ter uma escuta ativa.

Boa argumentação

É importante que o headhunter tenha uma boa habilidade em se expressar, pois ele depende da eficácia da comunicação para argumentar com a empresa e com o profissional.

Vasta rede de contatos

O networking é uma ferramenta valiosa do headhunter. Sem uma vasta rede de contatos, sua capacidade de chegar às pessoas certas se perde.

Proatividade

Outro diferencial indispensável, tendo em vista que é preciso que ele vá atrás de soluções, busque, investigue, entreviste, ajuste e construa a jornada correta para encontrar o candidato certo para solucionar a demanda da empresa.

Como escolher uma consultoria headhunter?

Para simplificar o processo, é preciso garantir a contratação de uma empresa séria, eficaz e de confiança. Por isso, fique atento a algumas informações sobre a consultoria, como:

  • Confidencialidade;
  • Clientes já atendidos;
  • Segmentos de atuação;
  • Experiência no mercado;
  • Confiança nos profissionais;
  • Reputação entre as empresas;
  • Ferramentas utilizadas para análise.

Portanto, busque referências com empresas que já trabalharam com a consultoria. Assim, elas poderão indicar se os resultados alcançados foram ou não satisfatórios. 

Fale com a Currículos Vencedores

A Currículos Vencedores está aqui para te ajudar na busca da melhor oportunidade profissional. Nosso Headhunter analisa suas informações e prepara um currículo personalizado para que você alcance a vaga de emprego os seus sonhos.

O que achou do nosso artigo? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/consultoria-headhunter-entenda-por-que-usar/ Modelos de currículo: saiba como montar o seu com esses exemplos Modelos de currículo

Está procurando um emprego e precisa montar o currículo? Saiba que esse documento é muito importante na decisão dos recrutadores. Por isso, ele precisa estar bem organizado, com as informações corretas e com uma apresentação atrativa. Confira abaixo algumas informações que não podem faltar nos modelos de currículo com exemplos e prepare o seu. Continue lendo!

Modelos de currículo: informações que não podem faltar

Se você está com dúvida do que colocar nos seus modelos de currículo, não se preocupe. Confira os exemplos que selecionamos abaixo e prepare-se para se destacar no mercado de trabalho:

1. Dados pessoais

A primeira informação que deve estar em destaque no seu currículo é seu nome. Além disso, não se esqueça também de incluir os seus dados de contato, como e-mail e telefone para que o recrutador possa contactá-lo. Seu endereço também deve ser incluído nesse primeiro campo. 

Exemplo 1: 

Exemplo 2: 

nome e dados pessoais dos modelos de currículo

2. Objetivo ou resumo profissional

Em seguida, vale incluir uma frase com seu objetivo profissional, ou seja, sua intenção ao buscar a vaga. Você pode substituir esse campo também pelo resumo profissional, onde você dá uma breve descrição do seu trajeto até então.

Exemplo 1:

resumo profissional dos modelos de currículo

Exemplo 2: 

3. Formação 

Esse é o momento em que você vai falar sobre sua educação, certificados, diplomas ou cursos livres. Inclua o curso que finalizou ou está cursando, sempre em ordem cronológica inversa, da mais recente para a mais antiga. Além disso, não se esqueça de apontar a instituição e também o ano de conclusão.

Exemplo 1:

Exemplo 2:

4. Experiências 

Se você já trabalhou em outras empresas antes, será nesse campo que você incluirá o cargo, o nome da empresa, o período em que trabalhou lá e suas principais tarefas. Se você ainda não possui nenhuma experiência profissional, não se preocupe. O próximo campo pode ser um ponto de destaque.

Exemplo 1:

Exemplo 2:

experiência profissional dos modelos de currículo

5. Outras atividades

Aqui ficam registradas outras experiências, que não necessariamente sejam de trabalho em empresas, mas que impactam diretamente na sua carreira. Você trabalhou voluntariamente em alguma ONG? Fez um intercâmbio? Ganhou alguma competição? 

Exemplo 1:

Exemplo 2: 

6. Idiomas

Caso tenha conhecimento e comprovação de fluência em alguma língua, como inglês, espanhol, francês ou o que for, essa é a hora de incluir no currículo. Ao lado da língua, inclua também o seu nível (básico, intermediário, avançado ou fluente).

Exemplo 1:

7. Habilidades

Por fim, não deixe de exaltar seus conhecimentos e competências. Foque no que é realmente importante para a vaga que você está se aplicando. E vale lembrar: nada de mentir ein! Isso pode ser requisitado em algum momento do seu processo seletivo e se o recrutador descobrir que você mentiu no currículo, suas chances podem estar perdidas.

Exemplo 1:

habilidades e competências dos modelos de currículo

Exemplo 2: 

O que não colocar nos modelos de currículo

Assim como existem informações essenciais para o seu currículo, também existem aquelas que você não deve incluir. A menos, é claro, que o recrutador solicite. São elas:

  • Foto
  • Pretensão salarial
  • Número dos seus documentos
  • Certificados anexos
  • Nome de familiares
  • Motivo de saída dos empregos anteriores

Além disso, ressaltamos que nunca, sob nenhuma hipótese, você deve mentir no currículo. Não coloque cursos que não participou, empresas que não trabalhou ou qualquer tipo de informação que não seja verdadeira. Isso pode prejudicá-lo tanto no processo seletivo como também no futuro, caso seja contratado.

Se você quer contar com currículos profissionais, que vão auxiliá-lo a elevar sua carreira a outro nível, conte com a Currículos Vencedores. Nossos headhunters estão prontos para auxiliá-lo nessa jornada. Clique aqui e adquira o seu agora mesmo!


O que achou do nosso artigo sobre modelos de currículo? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/modelos-de-curriculo-saiba-como-montar-o-seu-com-esses-exemplos/ Como fazer uma contraproposta salarial: dicas para negociar Como fazer uma contraproposta salarial

Falar sobre salário é sempre um ponto delicado nas oportunidades. Mas imagine a seguinte situação: a empresa dos seus sonhos te ligou, oferecendo uma vaga. Porém, o salário não é nem perto do que você está imaginando. E agora, o que fazer? Nesse artigo, revelaremos como fazer uma contraproposta salarial para que sua oferta de emprego seja boa para ambas as partes. Continue lendo!

Quando vale fazer uma contraproposta?

As contas chegam para todo mundo e algumas pessoas buscam novos cargos ou empresas justamente para conseguirem se organizar melhor financeiramente. Portanto, muitas vezes, a oportunidade é ótima, o cargo excelente e possui boa conciliação com a vida pessoal. 

Porém, se o salário não condiz com o mercado, sua formação, seus conhecimentos técnicos e com suas experiências, então vale oferecer uma contraproposta. 

Se você realmente está interessado, não é necessário negar a oportunidade. É possível conversar e tentar jogar de volta a proposta que você recebeu com um novo salário e/ou benefícios.

Como fazer uma contraproposta salarial?

Muitas pessoas tem medo de fazer uma contraproposta e acabar perdendo a oportunidade. Porém, existem formas de tratar desse tema delicado e até mesmo conseguir as condições que você gostaria! Confira as dicas abaixo:

Estude o mercado

Antes de tudo: estude. Pesquise o mercado para saber o piso e média salarial para o cargo que você está negociando. Além disso, avalie a região que você está pois para cada cidade ou estado o valor também pode mudar bastante.

Seja claro, mas com cautela

É fundamental saber como falar na hora da negociação. Você deve ser firme e claro na comunicação, mas ao mesmo tempo também deve ser delicado por tratar desse tipo de assunto. Além disso, seja humilde e flexível, caso consigam entrar em algum acordo que seja bom para ambas as partes.

Não exagere no valor

Se o salário apresentado pela empresa for muito abaixo do que você tem em vista, talvez realmente não seja possível negociar. No entanto, se há possibilidade, faça uma proposta de até 20% a mais do que foi oferecido. As chances de sua contraproposta dar certo se mantém nessa margem.

Avalie os benefícios

Muitas vezes, o salário pode não ser realmente aquilo tudo que você estava imaginando. No entanto, avalie se os benefícios oferecidos compensam em comparação ao seu emprego atual. Plano de saúde, odontológico, auxílio estacionamento e outros custos que não vão sair do seu bolso podem valer a pena.

Argumente sobre seus diferenciais

Se você possui pontos que possam te destacar na empresa e auxiliá-la a crescer, então nada mais justo do que destacá-los. Na hora de fazer a contraproposta salarial, fale sobre os idiomas que você fala, os cursos de capacitação, pós-graduação, experiência e todo tipo de informação que faça a empresa pensar nos ganhos ao incluí-lo na equipe.

Não desanime!

Se a negociação não deu certo, não desista. Nem sempre conseguimos o salário ideal, mas isso não significa que não merecemos. Continue buscando oportunidades e não deixe de investir em você: aposte em cursos, especializações e, claro, num currículo profissional!


O que achou do nosso artigo sobre como fazer uma contraproposta salarial? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-fazer-uma-contraproposta-salarial/ Atualização profissional: dicas para se manter ativo no mercado de trabalho Atualização profissional

O mundo está sempre mudando e se adaptando. Com a grande quantidade de informações que aparecem diariamente, as empresas já perceberam que a atualização profissional é algo muito importante. Seja estagiário, analista, gerente ou diretor, nenhum profissional deve ficar parado nesse mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Por isso, nesse artigo revelaremos a importância da atualização profissional e também algumas dicas para que você se mantenha sempre ativo. Continue lendo!

Vantagens da atualização profissional

Para uns pode parecer óbvio, mas para outros nem tanto. A atualização profissional é extremamente importante para os profissionais que desejam crescer em suas carreiras ou até mesmo obter novas e melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Por isso, para aqueles que estão em dia e apostam nas suas requalificações, é possível contar com diversas vantagens, tais como:

  • Destaque e diferencial competitivo
  • Networking sempre ativo
  • Aquisição de novos conhecimentos e competências
  • Melhora nas habilidades profissionais
  • Maior chance de obter oportunidades
  • Conquista de promoções

homem concentrado em sua atualização profissional

Dicas para sua atualização profissional

Agora que você já conferiu as vantagens de se manter ativo no mercado de trabalho, é hora de saber como fazer isso. Para te ajudar a alcançar os seus objetivos, confira as dicas que preparamos e se destaque!

Busque por outros idiomas

O domínio da língua portuguesa, claro, é fundamental para qualquer profissional. No entanto, existem várias outras línguas que são muito requisitadas para o mercado de trabalho.

O inglês, por exemplo, já se tornou uma linguagem “universal” e saber ler, escrever e conversar nesse idioma pode ser a porta de entrada para muitas oportunidades. Além disso, também permite que você acesse conteúdos, livros, cursos e muito mais que só existem nessa língua. 

Participe de eventos

Uma maneira de manter sua atualização profissional é participando de eventos, conferências, congressos e seminários relacionados a sua área. Geralmente, nesse tipo de encontro, são debatidas as novidades do setor e você pode ficar por dentro do que está em alta.

Além de aprender coisas novas, participar dos eventos também permite que você se conecte com outros profissionais e crie um networking cada vez mais fortalecido.

homens se cumprimentando representando como se manter atualizado

Faça cursos diversos

A sua carreira não para na graduação. Existem muitas opções de cursos que você pode realizar para crescer na profissão e se manter atualizado.

Pós graduação e cursos profissionalizantes são uma excelente maneira de aprimorar seus conhecimentos. Escolha opções que você se interesse e busque pelas universidades que oferecem o módulo escolhido.

Além disso, também existem muitos sites de cursos online que podem auxiliá-lo nessa trajetória. Alguns deles inclusive geram certificados para que você comprove a proficiência.

Acompanhe conteúdos

Aproveite o universo digital a seu favor. Existem muitos blogs, sites e canais no Youtube que podem te ajudar com conteúdos específicos do seu setor. Alguns deles, inclusive, são criados por professores e profissionais experientes. 

Por isso, baixe esses conteúdos, assista vídeos, acompanhe os materiais que podem fazer a diferença na sua atualização profissional.

O que achou do nosso artigo sobre dicas para atualização profissional? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/atualizacao-profissional-dicas-para-o-mercado-de-trabalho/ Como fazer um bom perfil no LinkedIn – Guia Completo Como fazer um bom perfil no linkedin

O LinkedIn apresentou um grande crescimento nos últimos anos. Segundo o site Kinsta, são mais de 575 milhões de usuários e mais de 34 milhões estão aqui no Brasil. Por isso, para conseguir se destacar nessa rede social e aproveitá-la ao máximo, é necessário utilizar alguns artifícios na sua conta. Nesse artigo, revelaremos algumas dicas de como fazer um bom perfil no LinkedIn para que você conquiste mais oportunidades. Continue lendo!

Como funciona o perfil no Linkedin

Para quem ainda não conhece essa rede social, o LinkedIn é um ambiente profissional para criar networking, obter oportunidades de emprego, lançar conteúdos interessantes, promover negócios e muito mais.

É uma excelente ferramenta para aqueles que buscam uma vaga ou recolocação no mercado de trabalho. Além disso, também pode ser utilizado para obter clientes e até mesmo para se profissionalizar.

Por isso, se você quer obter todas essas vantagens e ainda se manter atualizado no mercado de trabalho, é essencial que você saiba como fazer um bom perfil no LinkedIn com essas dicas que preparamos abaixo.

aplicativo do celular aberto no linkedin

Como fazer um bom perfil no LinkedIn?

Fique tranquilo, o LinkedIn não é nenhum bicho de 7 cabeças. Na verdade, ele é muito semelhante às outras redes sociais, com a diferença apenas de como você preenche seu perfil e da linguagem utilizada. Com as dicas abaixo de como fazer um bom perfil no LinkedIn, você já será capaz de construir uma conta vencedora e muito atrativa:

  1. Faça o seu cadastro
  2. Use uma foto profissional
  3. Conecte-se com outros profissionais
  4. Utilize palavras-chave
  5. Faça um bom título
  6. Capriche no “Sobre”

Faça o seu cadastro

O primeiro passo, claro, é criar a sua conta. Faça um cadastro com seu e-mail e crie uma senha para poder acessar o seu perfil LinkedIn.

Com a conta criada, é hora de incluir suas principais informações. Adicione sua formação, os cursos que realizou, suas informações pessoais, seu contato e, claro, suas experiências profissionais.

Seja detalhista mas sem parecer exagerado. Nada de escrever textos cansativos que farão os recrutadores ficarem com preguiça só de olhar. E não se esqueça de manter o seu perfil sempre atualizado com as informações mais recentes.

Use uma foto profissional

Além das informações textuais, uma boa foto também tem grande impacto no perfil do LinkedIn. Isso porque muitos recrutadores observam as imagens tanto do perfil quanto da capa antes de contactar um candidato.

Como o LinkedIn é uma rede profissional, esqueça as fotografias que você usa no Facebook ou no Instagram. Sua imagem, além de ser de boa qualidade e nítida, precisa passar a impressão de qualificação e responsabilidade que você deseja que seus recrutadores enxerguem.

Na sua imagem de capa, busque por transmitir também os seus valores ou procure por fotos que tenham a ver com você e sua profissão.

foto de mulher olhando o perfil no linkedin pelo celular

Conecte-se com outros profissionais

Como dito anteriormente, o LinkedIn é uma excelente ferramenta também para se conectar com outros profissionais. Por isso, utilize isso ao seu favor!

Busque as pessoas que estudaram ou trabalharam com você, pessoas que você se inspire e aumente sua rede profissional. Você também pode participar de grupos sobre assuntos do seu interesse.

Compartilhe conteúdos, comente, curta e, a medida que for se aproximando dessas pessoas, vai começar a se tornar uma referência, receber interações e até mesmo novas oportunidades.

Utilize palavras-chave

Se você pensa em como fazer um bom perfil no LinkedIn, também deve se questionar como fazer com que as pessoas cheguem até ele, certo? É aí que entram as palavras-chave.

Se um recrutador estiver procurando por pessoas que trabalham com Marketing Digital, por exemplo, ele vai fazer uma busca por esse termo e as primeiras pessoas que aparecem são as que utilizam essas palavras em seu perfil.

Por isso, não se esqueça de incluí-las no seu “Sobre”, na descrição das suas experiências, no seu título e também nos conteúdos que você compartilha.

Faça um bom título

E falando em título, este é um campo muito importante. Ele aparece logo abaixo do seu nome e serve como uma espécie de descrição do seu cargo atual, área de atuação, profissão ou aspirações.

Um exemplo: Analista de redes sociais | Especialista em Marketing Digital

Vale lembrar que colocar “em busca de recolocação” ou “procurando novos desafios” não é uma boa ideia por dois motivos: um porque não representa nada de quem você é, sendo totalmente vago; e dois porque pode causar uma imagem negativa.

Capriche no “Sobre”

Outro campo importante e que merece muita atenção na hora de como fazer um bom perfil no LinkedIn é o campo “Sobre”. Com até 2 mil caracteres, você deve se apresentar para o mundo e fazer um breve resumo de sua carreira até o momento. 

É a seção que aparece logo abaixo da sua foto e do título, por isso deve ser impactante o suficiente para fazer o recrutador se encantar e querer ver o restante. Fale um pouco sobre as suas paixões, seu histórico, suas habilidades e sua posição atual.


Essas foram algumas dicas, mas vale lembrar que o LinkedIn é muito mais complexo e merece atenção. Seja ativo, compartilhe e deixe seu perfil atualizado para que os recrutadores se interessem e entrem em contato com você.

O que achou do nosso artigo sobre como fazer um bom perfil no LinkedIn? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-fazer-um-bom-perfil-no-linkedin-guia-completo/ Dicas para escolher uma carreira: primeiros passos na profissão Dicas para escolher uma carreira

Um dos passos mais difíceis na vida de qualquer pessoa é escolher uma carreira. Afinal, pode determinar sua vida dali em diante. No entanto, não pense que só os mais jovens sofrem com as incertezas e angústias. Muitas vezes, mesmo aqueles que já estão no mercado de trabalho sentem a vontade e/ou necessidade de mudar de profissão. Por isso, nesse artigo apresentaremos algumas dicas para escolher uma carreira para que você se sinta mais confiante na sua decisão. Continue lendo!

Dicas para escolher uma carreira

Se você está saindo da escola e ainda não decidiu qual será sua profissão ou até mesmo já está inserido no mercado de trabalho mas quer mudar de área: não se preocupe. Acompanhe essas dicas para escolher uma carreira e boa sorte em sua nova jornada!

Conheça a si mesmo

O autoconhecimento é o primeiro passo para entender o que você gosta, o que você faz bem e unir esses dois pontos para descobrir uma carreira que você possa se dar bem.

Pare um pouco, reflita e faça uma lista com os seus principais interesses, hobbies, passatempos e talentos. Se estiver com dificuldades de fazer isso sozinho, fale com pessoas próximas como familiares e amigos para que eles digam o que pensam de você.

Busque informações 

É muito importante que, antes de você tomar qualquer decisão, você pesquise muito bem sobre a área, o mercado de trabalho, as possibilidades, o dia a dia do trabalho, áreas de atuação, o curso e muito mais.

Além disso, você pode conversar também com profissionais da área para entender a parte prática. Faça perguntas e busque conhecer tanto a parte positiva quanto a parte negativa da profissão.

Assim que você começar a estudar isso, já entenderá melhor se tem a ver com o seu perfil e se realmente é o que você está buscando. 

Faça um teste vocacional

Mesmo que sejam um pouco superficiais, os testes vocacionais já ajudam a orientar sobre seus interesses, as áreas mais indicadas e possíveis carreiras que você pode seguir. 

Na internet é possível acessar diversos testes gratuitos, porém o ideal é procurar um profissional para que o resultado seja ainda mais assertivo.

Não se esqueça de que o teste é apenas uma dica, e não uma resposta definitiva. Ele irá te guiar para um caminho próximo dos seus gostos, personalidade e habilidade, mas ele não precisa ser uma decisão.

Escolha com calma e sabedoria

Essa escolha realmente é muito importante e deve ser tomada com tranquilidade. Tomar decisões precipitadas por pressão de outras pessoas ou por pressa de entrar no mercado de trabalho pode fazer com que você se arrependa no futuro.

Por isso, pense bem antes e saiba que isso depende apenas de você. Claro que opiniões e ajudas são sempre bem vindas, mas não cabe aos outros tomar essa decisão. 

E se lá na frente não der certo: tudo bem também. Pelo menos você tentou! Não existe uma fórmula mágica para definir uma profissão e você pode acabar mudando seus conceitos no futuro. Mas não se preocupe, essas dicas para escolher uma carreira valem para sua vida toda.


O que achou do nosso artigo sobre dicas para escolher uma carreira? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/dicas-para-escolher-uma-carreira-primeiros-passos-na-profissao/ O que colocar em objetivo no currículo para primeiro emprego? O que colocar no currículo

O mercado de trabalho já é competitivo por conta própria. Porém, para quem está começando, pode parecer ainda mais desafiador. Sem experiências profissionais, muitas pessoas ficam com dúvida do que colocar no currículo para poder se destacar. Um exemplo disso é o campo “objetivo”, em que você apresenta para o recrutador o que você busca para uma oportunidade de emprego. Nesse artigo, vamos dar algumas dicas de o que colocar em objetivo no currículo para primeiro emprego. Continue lendo!

O que colocar no currículo no campo “objetivo”?

O objetivo profissional é um campo que costuma ser inserido logo no início do currículo. Isso porque ele serve como uma espécie de porta de entrada para o seu CV.

Nele, você deixará explicita sua intenção ao buscar a vaga em especial. Por isso, é algo que muitos recrutadores analisam muito bem antes mesmo de observar outros campos como experiências e habilidades.

Se você conseguir utilizar uma frase boa e chamativa, pode ter certeza que já estará um passo mais perto de conquistar a oportunidade. Porém, como escrever algo que seja atrativo e o que colocar no currículo? Confira as dicas abaixo:

Seja sincero

Se você é um profissional de primeira viagem, entrando no mercado de trabalho, nada melhor do que ser sincero e deixar clara sua busca por uma primeira oportunidade. Não invente nada e nunca minta no seu currículo.

Vá direto ao ponto

Não tente usar palavras rebuscadas, frases longas e muito detalhadas. Os recrutadores buscam por frases simples e diretas, que afirmem exatamente o que você está buscando. Um texto vago faz com que o leitor se perca e, muitas vezes, perca o interesse.

Peça ajuda de terceiros

Seu texto pode estar ótimo para você, mas é sempre bom pedir a ajuda de outras pessoas para garantir que seu currículo esteja adequado. O ideal é contar com profissionais especializados para a elaboração do CV.

Personalize para cada oportunidade

Toda vez que você for se aplicar para uma vaga, analise seu currículo, revise os campos e certifique-se de que ele está adequado para a oportunidade. Mesmo que as vagas sejam parecidas, é sempre importante que você ressalte alguns aspectos a mais em uma do que em outra.

O que colocar no currículo: exemplos de frases para o campo “objetivo”

Separamos alguns exemplos que podem te ajudar a ter um caminho de o que colocar em objetivo no currículo para primeiro emprego. Mas, não se esqueça de que você deve montar a frase de acordo com o seu momento e os seus verdadeiros objetivos. Utilize-as apenas como referência.

  • Exemplo 1: Estou em busca da minha primeira oportunidade e desejo atuar em um ambiente de crescimento e perspectiva para minha carreira.
  • Exemplo 2: Apesar de estar no início da minha carreira, desejo aplicar minha dedicação e empenho em uma oportunidade que me proporcione novas experiências e conhecimentos.
  • Exemplo 3: Estou em busca da minha primeira oportunidade de trabalho após a conclusão dos estudos. Desejo contribuir com o sucesso da empresa e também desenvolver minhas habilidades.

O que achou do nosso artigo sobre o que colocar em objetivo no currículo para primeiro emprego? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/o-que-colocar-em-objetivo-no-curriculo-para-primeiro-emprego/ Como saber quando mudar de emprego? Saiba o que observar Quando mudar de emprego

Você está se sentindo cada vez mais cansado? Não aguenta mais olhar para a cara de alguém da empresa? Ou está se sentindo desvalorizado dentro da função? Pois saiba que muitas pessoas levam em consideração esses pontos para decidir quando mudar de emprego. 

Essa é uma decisão muito importante, especialmente para o próximo passo na carreira. No entanto, é necessário ficar atento a alguns sinais e como eles estão impactando negativamente na sua rotina para saber se esse é o momento ideal para ir atrás de uma nova oportunidade. Continue lendo!

Quando mudar de emprego: atente-se aos sinais

Mudar de emprego nem sempre é algo fácil. Muitas pessoas passam anos em uma empresa, dedicando seu tempo e esforço em um lugar. Alguns casos são realmente por paixão mas outros são por medos e inseguranças de sair e procurar outras oportunidades. No entanto, se você estiver sentindo alguns dos sinais abaixo, então saiba que talvez seja hora de parar, pensar e procurar um novo trabalho.

1. Esgotamento e desmotivação

Se você passa mais tempo cansado, contando os minutos para ir para casa e vê o trabalho apenas como um fardo, então talvez seja um bom momento para olhar para dentro de si, pensar em seus sonhos e motivações e, se considerar adequado, mudar de emprego. Pense naquilo que te dá energia para trabalhar e foque nesse objetivo pois, se não o tiver, poderá trocar de emprego diversas vezes que vai continuar se sentindo desmotivado. 

2. Remuneração

Uma coisa é fato: trabalhamos para ganhar dinheiro. Neste intervalo, podemos amar ou odiar nosso emprego, mas o salário é uma das condições que faz muitas pessoas pensarem quando mudar de emprego. Por isso, quando a remuneração está muito abaixo da média do mercado e não parecem surgir planos de crescimento ou reajuste, então é hora de procurar um novo lugar para desempenhar suas funções. 

3. Falta de desafios

Ficar estagnado também é um sentimento que faz com que muitas pessoas queiram sair de uma posição na empresa. Os desafios são necessários não apenas para adquirir mais conhecimentos e responsabilidades, mas também para manter os profissionais sempre ativos. Por isso, se após conversar com seus superiores você perceber que não nenhum outro caminho, então está na hora de trilhar o seu próprio.

4. Relacionamentos

Outro ponto que deve ser observado é a relação com os superiores e colegas de empresa. Nem sempre nos damos bem com todo mundo, mas se há algum problema que está causando intrigas e te deixando desmotivado, então pode ser o momento de procurar um lugar onde você se encaixe melhor. Porém, não saia guardando rancor e causando ainda mais atritos: sempre crie bons laços, por onde passar. Afinal, é sempre bom manter um bom networking de forma madura.

Cuidados quando decidir mudar de emprego

Como nem tudo são flores, é necessário também tomar alguns cuidados antes de tomar a decisão de sair da empresa. Para que esse processo seja feito da melhor forma possível, pense bem e dê um prazo para si mesmo e para a empresa se prepararem para a mudança. Por mais que a pressa muitas vezes seja grande, é fundamental que ninguém saia prejudicado.

Além disso, fique atento a alguns pontos tanto da sua empresa atual quanto da pretendida. Benefícios, cultura, salário, equipe, ambiente, jornada de trabalho e outros também tem um peso na sua decisão. 

Por fim, observe o momento econômico, que pode impactar diretamente no seu emprego. Alguns setores sofrem mais em determinados momentos de crise e vale a pena estudar um pouco também sobre a área da companhia que você irá antes de aceitar e acabar tendo prejuízos no futuro.


O que achou do nosso artigo sobre quando mudar de emprego? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-saber-quando-mudar-de-emprego-saiba-o-que-observar/ Vagas de emprego: sites para procurar emprego e enviar seu currículo Site para procurar emprego

Confira a lista e escolha o site para procurar emprego ideal para cadastrar seu currículo!

Hoje em dia, com tantas tecnologias à nossa disposição, não é mais necessário imprimir diversas folhas de currículo e entregar em mãos nas empresas. É possível encontrar uma boa oportunidade em alguns sites para procurar emprego. Eles são como uma ponte onde os recrutadores divulgam as vagas de emprego e os candidatos se aplicam. Preparamos uma lista com 10 sites para que você cadastre seu currículo e comece a enviar agora mesmo. Continue lendo!

Top 10 site para procurar emprego

1. Vagas.com

O primeiro da lista e um dos principais sites para procurar emprego é o Vagas.com. Totalmente gratuito para os candidatos se aplicarem, o portal permite buscar as oportunidades por localização, cargo e/ou empresa. Além disso, tem como diferencial a oportunidade de testar suas habilidades dentro da própria plataforma com testes de personalidade, línguas, raciocínio lógico e muito mais!

2. Infojobs

Outro dos principais sites de empregos é o Infojobs, que já existe desde 2004. Com opções de busca refinadas, a plataforma permite localizar diversas oportunidades e também cadastrar seu currículo para receber o contato das empresas. Além disso, é possível ainda realizar cursos profissionalizantes para enriquecer cada vez mais o currículo e tornar o perfil ainda mais atrativo para os recrutadores.

3. Indeed

Atuando em mais de 60 países, o Indeed é uma ferramenta na qual, além de encontrar vagas, os usuários também podem montar seu currículo, procurar por tendências no mercado e muito mais. Com uma média de 10 vagas adicionadas por segundo no mundo, a plataforma conecta milhões de pessoas a novas oportunidades de emprego. 

4. Catho

Já a Catho é uma plataforma paga mas que também oferece diferenciais para os candidatos que valem a pena. De acordo com o site, possuem a menor taxa de concorrência por vaga, além de apresentar vagas exclusivas de empresas que só anunciam com a Catho. Além disso, os candidatos também contam com aviso de vagas, consultor virtual, simulação de entrevista e muito mais. Uma opção completa para aqueles dispostos a investir na sua carreira.

5. Global Empregos

Já a Global Empregos é uma empresa de recrutamento, seleção e contratação que já existe desde 1986 no setor. Com sua plataforma digital, já possui um banco de mais de 4 milhões de profissionais cadastrados e 14 filiais em 4 estados brasileiros. Por meio dela, é possível encontrar vagas de emprego e estágio, além de cursos e um blog completo com diversos conteúdos para profissionais.

6. BNE

O BNE (Banco Nacional de Empregos) permite aos profissionais procurarem vagas por função, área, cidade, estado e muito mais. Com mais de 400 mil oportunidades e mais de 20 milhões de currículos, o cadastro é totalmente gratuito e completo. O site também mostra as agas mais procuradas e as últimas cadastradas.

7. Trabalha Brasil

Com mais de 1 milhão de vagas de emprego em todo o Brasil, o Trabalha Brasil é um site para procurar emprego que permite que o candidato filtre a oportunidade de acordo com o seu perfil. É possível selecionar por área, por estado e até mesmo por palavra-chave. Diversas empresas possuem oportunidades cadastradas, como Carrefour, Marisa, Atento, Riachuelo e muitas outras.

8. Empregos.com.br

Segundo o próprio site, mais de 180 mil empresas usam o Empregos.com.br para selecionar os candidatos de suas oportunidades. Por isso, é uma excelente plataforma para as mais diversas oportunidades. No entanto, no plano gratuito, é possível apenas cadastrar o currículo e esperar pelos contatos das empresas. Já com o plano pago, os assinantes se aplicam nas vagas, aparecem no topo das candidaturas e muito mais. 

9. Trampos.co

Focado principalmente nas áreas de comunicação e tecnologia, o Trampos é um site para procurar emprego que começou em 2008. São diversas oportunidades para profissionais das áreas de publicidade, design, jornalismo, audiovisual, desenvolvimento e muito mais. Com a opção gratuita, é possível cadastrar seu currículo e se aplicar em todas as oportunidades disponibilizadas. Já o plano pago oferece descontos nos cursos da própria plataforma, destaque nas candidaturas e muito mais.

10. Hipsters.jobs

Por fim, o Hipsters Ponto Jobs, que também é um portal de empregos para profissionais de tecnologia. Totalmente gratuito, o site permite que as empresas se cadastrem e publiquem as vagas e os candidatos enviem seus currículos. De maneira simples e intuitiva, cumpre com seu papel em conectar diversas empresas aos profissionais certos.


O que achou do nosso artigo sobre vagas de emprego e site para procurar emprego? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/vagas-de-emprego-sites-para-procurar-emprego-e-enviar-seu-curriculo/ Dicas essenciais para quem pensa em como pedir aumento de salário Como pedir aumento de salário

Depois de um tempo na empresa, com dedicação e esforço, muitos profissionais aspiram por melhores condições financeiras. Porém, essa conversa com o chefe pode dar até mesmo um frio na barriga. Para que você se prepare para esse grande momento e aumente as chances de receber um “sim”, preparamos um artigo com diversas dicas de como pedir aumento de salário. Continue lendo!

Como pedir aumento de salário?

Deixe os motivos pessoais de lado

Por mais que o principal motivo para pedir um aumento seja, justamente, ter mais dinheiro, não use argumentos como “preciso pagar as contas” ou “meu filho nasceu”. Seu superior pode até ficar tocado com isso, porém pode não ser motivo suficiente para que ele retenha na empresa passado algum tempo. É necessário que ele sinta que você realmente merece esse valor extra por merecimento e por estar se dedicando aos propósitos da empresa, e não porque está endividado.

Não tente a chantagem

Muitas pessoas usam como argumento a famosa frase “recebi outra proposta” para tentar o aumento de salário. Em um primeiro momento, pode até funcionar pois a empresa sabe que contratar alguém novo e treinar do zero é mais trabalhoso e custoso do que oferecer um aumento. No entanto, pode soar como chantagem para os superiores e até mesmo prejudicar o funcionário se for mentira. Se você realmente receber uma oportunidade melhor, avalie os pontos e considere o que é melhor para você antes de conversar com seu chefe.

Observe o cenário do mercado

É necessário ter compreensão também de que muitas vezes o cenário não está tão favorável para a empresa em questão. Pedir aumento de salário em um momento de crise não é uma boa ideia e não apenas aumenta as chances do seu pedido ser negado como também indica que você está bem desinformado sobre a situação da organização. Por isso, antes mesmo de chamar o seu chefe para a conversa, estude o mercado que estão inseridos e como a empresa está reagindo.

Encontre o momento e local certos

Decidido de que é a hora de pedir aumento de salário? Então é necessário que você marque uma reunião com seu chefe com hora e local apropriados. Não tente ter essa conversa durante o cafezinho, com todos ao redor. Não é profissional e nem positivo para a sua oportunidade. O melhor local para isso é em uma sala de reunião que não tenha muito barulho e esteja preparado com os argumentos na ponta da língua. 

Prepare seus argumentos 

Por fim, mas não menos importante, prepare os argumentos que vai utilizar para fazer o pedido ao seu chefe. Destaque suas realizações dentro da empresa, suas qualidades profissionais, o que fez no tempo de casa em prol dos objetivos da organização, como se aperfeiçoou e dedicou… Seu chefe pode já ter notado todas essas conquistas, mas é sempre bom reforçar a importância disso e o quanto seu trabalho vale. Além disso, seja objetivo e claro quando o momento chegar. 


O que achou do nosso artigo sobre como pedir aumento de salário? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/dicas-essenciais-de-como-pedir-aumento-de-salario/ Pensando em como conquistar promoção no trabalho? Confira essas dicas Como conquistar promoção no trabalho

Uma das principais metas de todo profissional é alcançar o crescimento da sua carreira. Seja pelo reconhecimento do trabalho, aumento da remuneração, conquista de mais responsabilidades ou outros motivos. As promoções são uma das maneiras para conquistar essas subidas e, para consegui-las, são necessários diversos fatores como a própria dedicação, proatividade e força de vontade. Nesse artigo, apresentaremos algumas dicas que podem te ajudar na jornada de como conquistar promoção no trabalho. Continue lendo!

Dicas de como conquistar promoção no trabalho

1. Faça mais do que a sua função manda

Se você faz o que está dentro da sua função com excelência, já é um ótimo passo para começar. No entanto, um colaborador que vai além, auxilia seus colegas, é engajado com a empresa, conquista a confiança de seus superiores e sempre é visto com bons olhos. 

Porém, não pense que isso signifique fazer densas horas extras e assumir montanhas de responsabilidades. Isso, na verdade, pode acabar prejudicando não apenas sua vida profissional como também pessoal.

2. Pense no crescimento, não no ego e status

Tão importante quanto melhorar o seu salário ou uma posição na empresa, imagine que com uma promoção você também irá adquirir mais conhecimentos e habilidades. Isso também é algo observado aos gestores na hora de posicionar alguém em cargos de liderança. Por isso, tenha o desejo de crescer junto com sua carreira, tendo em mente as responsabilidades e motivações que virão junto com sua promoção.

3. Autodesenvolvimento

Quem busca por uma promoção deve estar sempre aperfeiçoando seus conhecimentos, habilidades e até mesmo os próprios comportamentos. Além de formação acadêmica, alguns cursos, treinamentos, workshops e palestras fazem toda a diferença para o autodesenvolvimento profissional e pessoal. 

4. Inteligência emocional em evolução

Mais do que conhecimento técnico, é importante ter também conhecimento para lidar com a pressão, com cobranças, com colegas e com todo o ambiente empresarial. Algumas situações podem chegar a ser estressantes, mas é necessário saber como lidar com elas, tendo controle para não perder a postura. Isso vale para todos os profissionais e é algo muito apreciado e observado pelos superiores.

5. Seja um colaborador

Quando falamos em colaborador, não é apenas um termo diferenciado para funcionário, mas sim alguém que realmente colabora com a empresa e seus colegas. Algo que deve ser pensado em como conquistar promoção no trabalho também envolve o relacionamento com os outros empregados, afinal, se você for promovido, precisará lidar diretamente com alguns e talvez até ter de gerir outros. Por isso, crie confiança e saiba como motivar seus colegas de trabalho para que todos sigam o objetivo da empresa.


O que achou do nosso artigo sobre como conquistar promoção no trabalho? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. 

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-conquistar-promocao-no-trabalho-dicas/ Solicitação de emprego: dicas para conseguir a oportunidade perfeita Solicitação de emprego

O mercado de trabalho tem se mostrado cada vez mais competitivo, especialmente em momentos de crise. Para muitas pessoas, conseguir uma colocação é um desafio e, por isso, precisam utilizar todos os recursos possíveis para alcançar a oportunidade certa. Um desses meios é a solicitação de emprego, um modelo de carta que pode te trazer grandes conquistas. Continue lendo!

O que é a solicitação de emprego

Essa nada mais é do que uma ferramenta profissional utilizada com o propósito de se apresentar e, como o próprio nome indica, solicitar uma oportunidade de emprego na empresa requisitada. Geralmente, ela é elaborada quando o candidato envia o seu currículo para uma vaga de seu interesse, em casos que a empresa possui o “Trabalhe conosco” ou também em sites de vagas.

Semelhante a um cartão de visitas, ela deve não apenas trazer dados mas também ser o mais convincente possível. Ela será responsável por fazer o recrutador acreditar que você é a pessoa certa para o cargo. Além disso, deve ser muito bem escrita para passar uma boa impressão.

O que colocar?

De maneira geral, algumas informações que são boas para esse tipo de documento são os seus pontos positivos e o que você pode agregar à empresa. Além disso, também é interessante agregar:

Documentos

  • Carta de apresentação
  • Currículo
  • Referências de cargos anteriores
  • Certificados de qualificação
  • Documentos comprobatórios como diploma, avaliações, etc

Perfil pessoal

  • Suas qualificações
  • Setores que já atuou
  • Pontos fortes e talentos
  • Setor de interesse

Além disso, é interessante incluir também seus salário pretendido, disponibilidade de início e o que mais considerar relevante para sua oportunidade.

Dicas para uma boa solicitação de emprego

A primeira dica é: faça com que ela seja simples, direta e concisa. Os recrutadores muitas vezes dão mais importância para o currículo, por isso, guarde todas aquelas informações numerosas que você possui para ele. Além disso, jamais copie o CV diretamente no corpo do e-mail porque isso torna sua solicitação de emprego bem desinteressante. Envie-o como anexo em formato DOC ou PDF (de preferência). 

Além disso, inclua algumas palavras chave que se destaquem. Se você possui alguma habilidade técnica, por exemplo, isso pode fazer toda a diferença. No entanto, adjetivos simples e clichês, como “proativo”, “fora da caixa” e por aí vai, possuem o efeito contrário e devem ser evitados.

É importante também ler, reler e revisar muitas vezes para que nada passe despercebido. Faça isso de maneira criteriosa para corrigir erros de digitação e ortografia pois eles podem acabar fazendo com que o recrutador perca o interesse em te contatar.

Por fim, a última dica é que você pesquise sobre a empresa antes de enviar sua solicitação. Algumas informações sobre a cultura da organização, por exemplo, podem te colocar na frente dos outros candidatos. Na hora de responder sobre o porquê você deveria ser contratado, as chances de ter a resposta ideal se tornam muito maiores.


O que achou do nosso artigo sobre solicitação de emprego? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/solicitacao-de-emprego-dicas-para-conseguir-a-oportunidade-perfeita/ Recolocação de idosos no mercado de trabalho: como preparar a empresa Recolocação de idosos no mercado de trabalho

Existem diversos fatores que estão levando as pessoas da terceira idade a voltarem para o mercado de trabalho. Aumento na expectativa de vida, necessidade de complementar a renda da aposentadoria e até mesmo a disposição e necessidade de contato social são os principais deles. No entanto, muitas empresas ainda não estão preparadas para esses profissionais, que podem agregar valor e trazer ainda mais sucesso à organização. Por isso, nesse artigo apresentamos algumas dicas para aqueles que desejam trazer esses trabalhadores sênior e aproveitar todas as vantagens. Continue lendo!

Vantagens da recolocação de idosos no mercado de trabalho

Foi-se o tempo em que terceira idade significava descanso. Muitas pessoas ainda buscam recolocação no mercado profissional mesmo após a aposentadoria, seja por necessidade, realização pessoal ou gosto pelo trabalho. O melhor de tudo é que muitas empresas viram nisso uma oportunidade de crescimento e podem aproveitar diversas vantagens com esse tipo de contratação.

Experiência profissional + experiência de vida: além de mais conhecimento no setor, os profissionais idosos também são mais maduros e costumam ser mais emocionalmente estáveis na rotina de trabalho. 

Cada vez mais conectados: o conceito de que os idosos não se adaptam às novas tecnologias já é antiquado. Segundo pesquisa do Think With Google, 1 em cada 4 dos brasileiros acima de 60 anos já estão conectados.

Mais produtivos: além disso, a pesquisa revelou também que existe uma relação direta entre longevidade e produtividade no trabalho. Isso porque já passaram por fases da vida que demandem deles, como criar filhos ou se formar, e se dedicam mais ao trabalho.

Empresa preparada para a terceira idade

O fato é que apenas 11% das empresas brasileiras possuem programas de contratação de profissionais maduros e modelos de carreira diferenciados para os mais velhos ou em idade de aposentar, de acordo com o estudo “Envelhecimento nas Organizações e a Gestão da Idade“, da FGV. Portanto, é necessário que as empresas estejam preparadas para aproveitar todos os benefícios da maneira adequada. 

Algumas das principais desculpas que aparecem como impeditivos na contratação de idosos são os altos custos com plano de saúde e odontológico, falta de adaptação à tecnologia e limite de criatividade. No entanto, mesmo a contratação de profissionais mais “junior” pode sair cara para a organização, logo que não possuem experiência e, muitas vezes, o sucesso não é garantido. 

Portanto, é necessário também tomar algumas medidas quando se decide criar um programa para contratação de idosos.

Capacitação

Muitas vezes a pessoa já está há um tempo fora do mercado e a nova experiência pode exigir um certo treinamento para que ela se adapte. Porém, vale ressaltar que isso também vale para qualquer profissional, mesmo os mais novos, quando falamos em mudanças constantes no universo corporativo e novas tecnologias. 

Combate ao preconceito

Outro ponto essencial na recolocação de idosos no mercado de trabalho é a quebra do preconceito. Afinal, todos os colaboradores precisam se relacionar de forma respeitosa no ambiente de trabalho. É essencial, portanto, agir de maneira educativa com os demais trabalhadores para promover um local sadio na empresa.

Flexibilidade

Por mais que os idosos não tenham alguns assuntos a tratar como filhos pequenos, o assunto saúde demanda mais flexibilidade desses colaboradores. Por isso, esteja preparado para dispensá-lo quando houver necessidade de algum exame ou consulta.


O que achou do nosso artigo sobre recolocação de idosos no mercado de trabalho? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/recolocacao-de-idosos-no-mercado-de-trabalho-como-preparar-a-empresa/ Recolocação Profissional: 10 dicas para voltar ao mercado de trabalho Recolocação profissional dicas

A demissão é um dos maiores medos dos profissionais. Afinal, a instabilidade econômica que persiste no país nos últimos anos é um verdadeiro desafio para quem tem contas para pagar. Pensando nisso, preparamos um artigo especial sobre um assunto essencial para um bom trabalhador: como conquistar uma recolocação profissional?

Antes de mais nada, é fundamental destacar que embora um desligamento seja doloroso e desperte inúmeras inseguranças, precisamos enxergá-lo por um outro prisma: o da oportunidade. Nesse texto, você lerá 10 dicas para transformar esse período de incertezas em um momento de crescimento profissional e até mesmo pessoal.

10 dicas para recolocação profissional

Não existe dicas mágicas que vão resolver a busca da recolocação profissional para você. Por isso, é preciso colocar na mente que a persistência deve ser amplamente trabalhada neste momento. Todavia, veja abaixo 10 dicas que vão te auxiliar nessa missão.

1. Coloque a sua carreira em perspectiva

Mudanças atraem mudanças, certo? Então, ocorreu uma demissão inesperada? Bom, por que não aproveitar esse momento para rever a sua carreira? Analise e veja se você chegou aonde queria, se há espaço para mais desenvolvimento. Sente falta de algo? Vale a pena passar para outra área que estava esquecida?

2. Crie novas metas e objetivos para a sua recolocação profissional

Antes de estipular novas metas e objetivos profissionais, você deve se conhecer muito bem como profissional: a sua experiência, seus pontos positivos, os pontos que merecem mais atenção e, a partir desses dados, desenvolver metas realistas e que vão te ajudar a amadurecer.

3. Cuidado com a vida financeira

Quando falamos em recolocação profissional, essa dica é ainda mais importante: cuidado com o seu dinheiro! Você não sabe quanto tempo ficará desempregado, portanto, você precisa fazer o último pagamento render. Portanto, corte gastos desnecessário e mantenha o que é essencial.

4. Mantenha o currículo atualizado e explore as redes sociais

Não deixe o seu currículo desatualizado. Além disso, adeque o conteúdo para as diferentes áreas que você pretende atuar. Felizmente, atualmente, contamos com o suporte das redes sociais na recolocação profissional, por isso, invista principalmente no LinkedIn.

Veja aqui como usar o LinkedIn para conquistar um emprego.

5. Registre o seu currículo em sites de emprego

Temos que aproveitar as ferramentas que dispomos, sendo assim, não deixe de cadastrar o seu currículo em sites de emprego. É uma maneira de ficar mais acessível para os recrutadores de diferentes empresas.

6. Aproveite o período de recolocação profissional para estudar

Sente falta de algum conhecimento importante para a sua área de atuação? Por que não aproveitar esse tempo e estudar? Existem muitos cursos gratuitos na internet para diferentes profissionais. Essa é uma ótima forma de se preparar para um novo desafio profissional.

Recolocação profissional

7. Grupos de vagas de emprego nas redes sociais

Lembra que falamos de redes sociais mais acima? Então, saiba que existem grupos focados para vagas de emprego no Facebook, WhatsApp, LinkedIn, entre outros. Além disso, é uma ótima forma de fazer networking.

8. Esteja preparado para a entrevista

No momento da recolocação profissional, é perfeitamente normal ficar nervoso quando surge a oportunidade de uma entrevista. Por isso, é fundamental trabalhar alguns aspectos para não se atrapalhar durante o momento: vista-se adequadamente, seja pontua, prepare-se para qualquer tipo de pergunta, treine sua postura e estude muito bem a empresa que está te chamando para conversar.

A medida que a conversa avançar, é possível que te perguntem sobre as razões pelo último desligamento. Nesse caso, procure não mentir, afinal, se os recrutadores quiserem, podem descobrir a verdade. Se o motivo da demissão for realmente alguma coisa que te “comprometa”, o melhor a se fazer é expor essa visão de forma autocrítica, reconhecendo sua limitação e destacando que está trabalhando para aperfeiçoá-la.

9. Por que não focar em empregos temporários?

Os empregos temporários são uma ótima forma de continuar ativo no mercado de trabalho e talvez abrir outros oportunidades no futuro. Portanto, dê preferência por vagas que não vão atrapalhar nos novos rumos que planejou para a sua carreira.

10. Não se vitimize durante a recolocação profissional

Essa é, possivelmente, a dica mais importante: não se vitimize. Sabemos que o desemprego é complicado e pode trazer muitas preocupações, mas é essencial manter a mente sã durante esse período. Como falamos ao longo do artigo, esse é o momento para um autoanálise, aperfeiçoamento. Foque nisso, em vez de concentrar a energia em pensamentos ruins.

O que achou do nosso artigo sobre as 10 dicas para recolocação profissional? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/dicas-para-recolocacao-profissional/ Está desempregado? 5 dicas para usar o LinkedIn! Linkedin desempregado

O mercado de trabalho é extremamente concorrido. Isso não é novidade para ninguém. Contudo, o ano de 2020 trouxe fatores ainda mais agravantes para quem busca uma recolocação profissional: a pandemia de Coronavírus (COVID-19). Se a economia brasileira esboçava alguma reação, esse duro golpe promete interromper as melhorias que tanto aguardávamos. Diante disso, resolvemos montar um artigo especial para quem está desempregado durante esse período de quarentena: 5 dicas para usar o LinkedIn na busca por uma recolocação profissional.

Entendendo melhor o LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social voltada para o desenvolvimento de relacionamentos profissionais. Em outras palavras, podemos afirmar que trata de uma plataforma que ajuda pessoas e empresas a anunciarem vagas, buscarem empregos, alimentar um networking para realizar parcerias, entre outras ações similares.

Sem dúvidas, com a sua consolidação, o LinkedIn tornou-se um grande currículo online, afinal, traz diversas funcionalidades que otimizam a interação profissional e, naturalmente, ajudam quem procura por uma nova oportunidade.

Por isso, separamos 5 dicas para potencializar a sua experiência no LinkedIn, especialmente se você está desempregado e almeja uma recolocação.

5 dicas para quem está desempregado e quer usar o LinkedIn

Como estamos falando de uma rede social focada no mercado de trabalho, alguns cuidados devem ser seguidos. É sempre importante reforçar que o LinkedIn não é um Facebook ou Instagram, portanto, tenha bom senso ao utilizá-lo. Vamos para as dicas?

1. Montando o seu perfil – O que colocar no LinkedIn quando está desempregado?

A nossa primeira dica é sobre o seu perfil no LinkedIn. Antes de mais nada, lembre-se de colocar o seu como público, ou seja, qualquer usuário terá acesso à sua página profissional. Além disso, mesmo se estiver desempregado, é muito importante não colocar coisas como “desempregado e busco emprego urgentemente” no campo do seu nome. Sim, sabemos que a situação não está fácil, mas esse tipo de ação causa um impacto negativo aos recrutadores e podem, muitas vezes, gerar vagas subvalorizadas propostas diante do seu desespero.

Depois de seguir essas duas primeiras recomendações, está na hora de explicar a sua experiência profissional em seu perfil. É essencial que você organize bem essas informações e com bastantes detalhes. Caso ainda não tenha experiência profissional, priorize a sua área de atuação, formação, cursos feitos, entre outros detalhes que possam mostrar que mesmo sem experiência, você é uma pessoa proativa e que busca capacitação o tempo todo.

Para quem possui um currículo mais extenso, uma dica interessante é usar o esquema de pirâmide invertida para listá-las. Dessa forma, comece falando da sua experiência atual até chegar na última. Essa é uma ótima maneira de mostrar ao recrutador a sua evolução profissional.

Por fim, chegamos a última etapa na montagem do perfil: o resumo! Toda página pessoal no LinkedIn tem espaço para um resumo do perfil. A nossa dica é que você utilize esse campo para apresentar um mini-currículo. Sendo assim, aproveite para resumir suas habilidades, conquistas, etc. Isso vai ajudá-lo a ser notado.

2. Uso de palavras-chave

Ao editar o seu perfil, você verá que o LinkedIn disponibiliza para preenchimento um campo com palavras-chave. Elas servem justamente para que os recrutadores encontrem profissionais das áreas de atuação específicas que procuram. Portanto, não esqueça de acrescentar palavras relacionadas com a área que busca uma oportunidade. Além disso, é importante trabalhá-las ao longo do seu perfil também, como no seu cargo e ao longo do seu mini-currículo feito anteriormente.

Exemplo: se você trabalha com marketing, pode colocar coisas como “Analista de Marketing”, “Gerente de Marketing”, “Assistente de Marketing” e assim vai…

3. Não subestime o poder do networking

Cultivar um bom networking não é uma tarefa fácil, afinal, estamos falando de um investimento a longo prazo. Sim, não devemos fazer networking apenas quando precisamos de um emprego. Mesmo empregado, é fundamental manter uma rede de contatos, trocar informações, conhecimento, entre outras ações.

Networking para desempregado no LinkedIn

Contudo, devemos destacar alguns cuidados: nada lhe impede de adicionar pessoas que atuam na sua área ou até mesmo profissionais de áreas que podem agregar valor à sua. Porém, tome cuidado quando aparecem pedidos de conexão por pessoas que não tenham nenhuma relação com os seus objetivos de carreira. O ideal é não aceitar o pedido, apenas por uma questão de privacidade e segurança.

4. Produza conteúdo no LinkedIn!

Uma das grandes vantagens do LinkedIn é a sua plataforma democrática. Por exemplo, qualquer usuário consegue criar um conteúdo e compartilhar com toda a sua rede de contatos. Então, separe algum dia da semana ou do mês para gerar conteúdo relevante sobre a sua área de atuação e compartilhe! Além de você expor o seu perfil, ainda mostra para recrutadores que você entende sobre o assunto.

5. Esteja sempre presente

Fez tudo o que listamos nos itens anteriores e acha que já está bom? Não! Além de seguir todas as nossas dicas, é preciso continuar atuante no LinkedIn – mesmo se enfim conseguir uma recolocação profissional. Quando deixamos o perfil desatualizado, a imagem que passamos é de desinteresse pela nossa própria carreira. Sendo assim, preserve e cuide da sua página profissional.

Está desempregado e precisa de ajuda com o LinkedIn?

Achou essas etapas desafiadoras? Então, por que não contar com ajuda? Aqui na Currículos Vencedores, temos especialistas em reestruturação do LinkedIn. Se precisar de ajuda, entre em contato e garanta um perfil campeão!

O que achou do nosso artigo sobre como usar o LinkedIn estando desempregado? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/desempregado-dicas-para-usar-linkedin/ Como trabalhar de Home Office: 5 dicas para preparar seus colaboradores Como trabalhar de home office

Como vimos no artigo anterior, a pandemia do Coronavirus está afetando completamente o funcionamento de muitas empresas no Brasil. Afinal, tivemos que adotar o regime de trabalho home office (trabalho em casa) e os donos de negócios mais antigos talvez estejam meio confusos sobre como isso tudo funciona. Pensando nisso, preparamos 5 dicas sobre como trabalhar de home office. Confira todo conteúdo e prepare os seus colaboradores para o trabalho remoto sem perder a produtividade!

5 dicas sobre como trabalhar de Home Office

O home office é uma prática já conhecida, mas como destacado acima: empresas mais antigas ainda não trabalham diretamente com essa modalidade. Ainda existem alguns estigmas relacionados ao trabalho remoto, principalmente no que diz respeito à produtividade dos colaboradores. Contudo, é importante destacar que esse sistema de trabalho ganhou bastante forças nas empresas mais jovens e modernas, já que traz benefícios tanto para o funcionário, quanto para o negócio em si.

A partir do momento que o isolamento social foi determinado para combater o avanço do Coronavírus, o home office se tornou obrigatório até para aqueles que torciam o nariz a primeira vista. Se você é uma dessas pessoas e está preocupada com o rendimento da sua empresa, veja nossas 5 dicas abaixo!

1. Prepare-se para o home office

Você possui todas as ferramentas necessárias para trabalhar em casa? Algumas profissões exigem mais equipamentos do que outras, por isso, é fundamental que você tenha tudo que necessita para trabalhar tranquilamente. Por exemplo, se possível, opte por levar o notebook da empresa para facilitar o armazenamento do seu trabalho.

2. Siga o horário do seu expediente

Caso você tenha um horário fixo na empresa, deve respeitá-lo rigorosamente quando estiver trabalhando em casa. Lembre-se: já há um ganho de tempo por não precisar se locomover até o escritório.

3. Troque de roupa

Essa dica pode parecer irrelevante, mas acredite, faz muita diferença. Não precisa se produzir, porém, tire o pijama para trabalhar. É importante você mostrar para o seu cérebro que trata-se de um dia normal de trabalho, mesmo que remoto.

4. Comunique os seus familiares

Para quem mora com a família, é essencial avisar os membros de que você está em horário de expediente. Assim, a sua produtividade não é atrapalhada.

5. Ferramentas gratuitas para reuniões

Com toda a equipe de home office, é interessante manter uma rotina de interação para alinhar o planejamento do trabalho. Por isso, aproveite das ferramentas de reuniões, como o Hangouts, do Google, que possibilita reuniões online em vídeo.

O que achou do nosso artigo sobre como trabalhar de home office? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-trabalhar-de-home-office/ Coronavírus 2020: como a doença está impactando o mercado de trabalho Coronavírus mercado de trabalho

Ao abrir qualquer portal de notícia, percebemos que o mundo está enfrentando uma situação extremamente delicada com a disseminação da COVID-19, popularmente conhecido como Coronavírus. A doença está afetando a saúde, economia e a realidade de muitos países – mas e no Brasil, o que ela está causando ao mercado de trabalho?

Coronavírus e o mercado de trabalho

O primeiro impacto na vida profissional de todos é a necessidade do isolamento adotado como medida preventiva. Ou seja, uma tendência natural desta atitude é a diminuição paulatina do consumo de bens e serviços. Dessa forma, comércios e empresas sentem uma queda nos números, é inevitável. Podemos afirmar que os setores que mais sofrerão com esse momento são os seguintes:

  • Comércio em geral;
  • Indústrias;
  • Turismo interno e internacional;
  • Empresas de transportes de pessoas e mercadorias;
  • Escolas;
  • Hotéis;
  • Portos;
  • Aeroportos;
  • Lazer e entretenimento.

Durante este período, o ritmo das contratações deve ser menor e as chances de dispensas aumentam.

A recuperação do emprego formal está comprometida

Antes do surto de Coronavírus, o mercado de emprego formal no Brasil apresentava uma sensível melhora. Sendo assim, diante desta nova realidade, a tendência é que a economia brasileira seja afetada pela desaceleração global durante o combate ao vírus no Brasil.

Se você possui dificuldades em obter boas oportunidades e acredita que um bom currículo faz toda a diferença, conte com a Currículos Vencedores! Aqui, montaremos um currículo campeão para que você não perca mais nenhuma vaga. Invista na sua carreira e alcance seus objetivos!

O que achou do nosso artigo sobre como trabalhar sua autoconfiança no trabalho? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/coronavirus-2020-como-a-doenca-esta-impactando-o-mercado-de-trabalho/ Lições para trabalhar sua autoconfiança no trabalho Autoconfiança

Para muitas pessoas, o que as impedem de obter um bom emprego são elas mesmas. De acordo com uma pesquisa realizada pelo LinkedIn com mais de 30.000 pessoas de 20 países, o mercado de trabalho desafiador e a falta de confiança em si mesmos são as principais dificuldades que os profissionais brasileiros esbarram para conseguir uma oportunidade. Por isso, para que você consiga trabalhar melhor a autoconfiança, deixamos abaixo algumas lições que podem te ajudar! Confira abaixo. 

5 lições de autoconfiança no trabalho

Assim como diversas outras habilidades, a autoconfiança deve ser estimulada constantemente para ser desenvolvida. Um profissional que não possui esse sentimento acaba sempre enxergando a si mesmo com um olhar de inferioridade em relação aos outros, fazendo com que seu desempenho no trabalho também caia bruscamente. Por isso, as lições que deixamos abaixo devem ser incluídas na sua rotina para que você acredite no seu potencial e tenha sucesso na carreira!

1. Deixe os erros para trás

Muitas vezes a falta de confiança é desencadeada por conta de algum evento que deu errado e afetou as emoções desse profissional. Vemos um exemplo disso quando um profissional sugere uma solução que é rejeitada e ele se desmotiva a oferecer outras ideias no futuro. 

No entanto, é necessário saber que só porque algo não deu certo não significa que você não deva tentar novamente. Somos imperfeitos e mesmo os grandes nomes tiveram algumas propostas que deram errado até conseguirem atingir o seu lugar. Por isso, tente olhar novamente para os seus “erros” com outros olhos e tente ressignificar essas situações para se tornar ainda mais forte!

2. Reconheça suas habilidades

O significado de autoconfiança é justamente a crença em si mesmo e, para isso, é necessário que você saiba quais são os seus pontos fortes. Portanto, reconhecer e treinar suas habilidades constantemente também é uma forma de se manter confiante.

As pessoas que sabem no que são boas e utilizam isso a favor próprio conseguem desempenhar melhor suas funções, além de ter um trabalho mais fluido. Além disso, conseguem se expressar melhor perante as novas oportunidades, revelando quanto podem agregar de valor à empresa.

3. Estude como as outras pessoas te enxergam

Outra forma de estimular sua autoconfiança é estudando como as pessoas ao seu redor te vêem. Peça aos seus amigos, familiares, colegas de trabalho e supervisores para que contem um pouco do que pensam ao seu respeito e qual o seu papel na trajetória delas. 

Você pode se surpreender com as respostas e perceber que você é ainda mais valorizado do que pensa. Perceba as características positivas que as pessoas percebem em você e deixe-as na sua mente para poder ter autoconfiança e autoestima também.

4. Não faça comparações

Uma das maiores frustrações profissionais surgem quando nos comparamos a outros. É importante ter sonhos e metas pois são eles que vão te ajudar a crescer e se desenvolver. No entanto, não se sinta superior ao observar os seus chefes, coordenadores ou diretores.

Cada um possui o seu tempo para alcançar seus objetivos e, por mais que você ainda não tenha chegado onde queria, veja isso como uma oportunidade. Um degrau de cada vez e logo você chegará ao topo. 

5. Saia da zona de conforto

Como o próprio nome representa, a zona de conforto é um estado onde você se sente tão acomodado na sua situação que não faz mais nada para mudar. Pode até parecer bom para alguns, mas ela é muito perigosa pois te deixa estagnado e faz com que você não seja capaz de melhorar profissionalmente.

E quando falamos em mudar, não significa apenas tentar outras possibilidades no trabalho ou até mesmo buscar por uma nova oportunidade, mas também na vida fora do escritório. Vá em um restaurante diferente, conheça lugares novos e acumule experiências. Isso é muito importante para a evolução pessoal e profissional, além de desenvolver sua autoconfiança. 

Atualize seu currículo com a Currículos Vencedores

Como você pôde ver, a autoconfiança é uma habilidade que pode e deve ser exercitada constantemente para que você alcance seus objetivos e tenha sucesso na carreira. Mas, por mais que você esteja muito seguro, será que o seu currículo está refletindo toda essa sua determinação? Conte com a Currículos Vencedores para fazer o seu currículo se destacar. Com o nosso headhunter, montamos um currículo campeão para que você conquiste aquela vaga tão sonhada! 

O que achou do nosso artigo sobre como trabalhar sua autoconfiança no trabalho? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/licoes-para-trabalhar-sua-autoconfianca-no-trabalho/ Dicas para jovens que querem driblar o desemprego Driblar o desemprego

A crise dos últimos anos pegou muita gente de surpresa no mercado de trabalho, mas especialmente os jovens, que foram os que tiveram maior perca de renda nos últimos cinco anos. É o que afirma a pesquisa “Juventude e Trabalho” feita pelo Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que revelou também que os maiores índices de desigualdade estão concentrados na população entre 15 e 29 anos. Se você, assim como muitos, também foi afetado e deseja contornar essa situação, confira as dicas que preparamos para que você drible o desemprego!

5 dicas para driblar o desemprego

Ficar desempregado não é fácil. Ainda mais para as pessoas mais novas que precisam investir cada vez mais em conhecimento e especialização para conseguir boas oportunidades. No entanto, saiba que é possível se livrar desse peso e entrar ou voltar para o mercado de trabalho sem dores de cabeça. Continue lendo!

1. Busque se aperfeiçoar

O primeiro passo para quem está fora do mercado de trabalho é aproveitar o tempo livre para estudar e se desenvolver. Esse é o momento perfeito para focar na sua capacitação e existem diversas plataformas gratuitas e digitais que disponibilizam cursos online, como a própria Fundação Getúlio Vargas e a Fundação Bradesco.

2. Aproveite as redes sociais

Não pense que o Facebook serve apenas para rolar o feed e curtir alguns vídeos de animais fofinhos. Você também pode conseguir o emprego dos sonhos por meio da rede social! Existem muitos grupos voltados a oportunidades de emprego de acordo com a sua área ou sua cidade. Além disso, o LinkedIn é a ferramenta ideal para conseguir um emprego, por isso crie ou ative sua conta e comece a utilizá-la.

3. Faça networking

A rede de contatos também é muito importante para quem busca recolocação no mercado para driblar o desemprego. Se lembra daquele amigo da escola que está agora em uma empresa boa? Ou um antigo colega de trabalho com quem você tinha bastante contato? É hora de falar com eles! Pergunte se você pode enviar o seu currículo e mostre que você está disponível para que as pessoas saibam que você está em busca de uma oportunidade.

4. Cadastre-se em sites de emprego

Profissionais que buscam driblar o desemprego também podem contar com sites de emprego como Infojobs e Vagas.com.br, que oferecem cadastro gratuito para diversas vagas. Existem também os pagos, que possuem oportunidades muito boas também, mas vale a pena avaliar se essa conta entra no seu orçamento.

5. Atualize seu currículo

Muitas vezes você pode estar deixando de ganhar oportunidades por conta do seu currículo. Se ele não estiver muito bem estruturado, o recrutador pode acabar se confundindo ou até mesmo não se interessando por seu perfil simplesmente porque você não conseguiu incluir corretamente suas habilidades. Por isso, observe bem o seu currículo e veja se ele está de acordo com a vaga antes de enviá-lo para a empresa.

Se você possui dificuldades em obter boas oportunidades e acredita que um bom currículo faz toda a diferença, conte com a Currículos Vencedores! Aqui, montaremos um currículo campeão para que você não perca mais nenhuma vaga. Invista na sua carreira e alcance seus objetivos!

O que achou do nosso artigo sobre como trabalhar sua autoconfiança no trabalho? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/dicas-para-jovens-que-querem-driblar-o-desemprego/ Mercado de Trabalho: como conquistar um novo emprego em 2020? Novo emprego em 2020

De acordo com números apurados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), há mais de 12 milhões de brasileiros desempregados. Em contrapartida, o mercado financeiro prevê uma expansão de 2,2% do PIB neste ano. E o que isso quer dizer? Basicamente, na esteira deste crescimento, a abertura de novas vagas de trabalho devem ser uma constante em 2020.

Sem dúvidas, qualquer período de desemprego é angustiante. Mas nos diga uma coisa, você está preparado para conseguir um novo emprego? Se ainda tem receios, veja as nossas dicas para esse período de buscas!

Dicas para retornar ao mercado de trabalho

Como dissemos acima, essa etapa é delicada e exige muita perseverança da gente. Infelizmente, o mercado de trabalho é concorrido e precisamos encontrar maneiras de nos destacar. Seguindo nossas orientações abaixo, esse período pode ser menos exaustivo. Confira!

Não pare de estudar!

Quando ficamos desempregados, querendo ou não, temos bastante tempo livre. Por isso, mantenha-se atualizado! Leia bastante sobre a sua área e os principais desafios enfrentados pelos seus colegas de profissão. Além disso, aproveite – e muito – os cursos gratuitos (e até os pagos se tiver condição) para reciclar o seu conhecimento. Há inúmeras opções de cursos complementares que agregam valor ao seu currículo e a sua experiência.

Networking é fundamental

Lembra aquele colega de trabalho que você formou uma boa dupla anos atrás? O que ele anda fazendo? Com o que ele trabalha? Por que não marcar um café para botar o papo em dia e, talvez, descobrir uma nova oportunidade juntos?

Networking é fundamental para tornar a busca por um emprego novo menos desafiadora. No entanto, vale ressaltar que o melhor tipo de networking é aquele natural. Procurar pessoas apenas na necessidade soa um tanto quanto oportunista, então, invista em seu networking diariamente. Essas relações podem fazer diferença lá na frente.

Cuide do seu currículo profissional!

O currículo profissional é uma peça essencial para a conquista de um emprego, afinal, é por meio dele que o recrutador terá mais informações sobre você. Então, por que não procurar ajuda de especialistas na hora de elaborar o seu CV?

Existem muitos erros em currículos que te fazem ser descartado em um processo seletivo, você consegue evitá-los? Infelizmente, nem sempre temos noção de como destacar nossas qualidades, sendo assim, um especialista em recrutamento torna-se uma opção muito interessante para garantir um currículo fora de série!

Prepara-se para a entrevista

Ok, o seu currículo foi selecionado e você foi chamado para a entrevista. E agora? Bom, é fundamental estudar muito bem antes de ir para a empresa. Se quiser, pergunte ao recrutador qual será o tipo de entrevista: dinâmicas de grupos, entrevista direta ou entrevista comportamental? Essa informação te ajudará na preparação.

Além disso, não esqueça de estudar a empresa. Veja qual segmento ela atua, quais são os seus clientes, estude-a também. Isso demonstrará interesse de sua parte e será um diferencial bacana.

E claro, seja pontual!

Currículos Vencedores: conquiste as suas oportunidades em 2020!

Como vimos acima, um currículo diferenciado é parte essencial na busca de um novo emprego. Sabe qual a melhor forma de conseguir isso? Com a ajuda de quem entende do negócio! Nós somos a Currículo Vencedores, uma empresa especializada em transformar o seu currículo em um grande diferencial. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

O que achou do nosso artigo sobre como buscar um novo emprego? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/como-conquista-um-novo-emprego-2020/ 5 dicas para escolher uma carreira compatível à sua personalidade Carreira profissional personalidade

Escolher uma carreira não é uma tarefa simples. Normalmente, tomamos essa decisão na reta final do ensino médio, quando estamos prestes a entrar na universidade. Depois de alguns anos, é possível que a gente perceba uma decisão errada. Portanto, para evitar esse tipo de situação, separamos dicas de um especialista para você escolher uma carreira profissional compatível com a sua personalidade. Vamos lá?

5 dicas para escolher uma carreira profissional

Em entrevista ao G1, Eduardo Ferraz, consultor e autor da empresa da Pactive Consultoria, listou 5 dicas importantes para pessoas que desejam escolher uma carreira profissional compatível com a sua personalidade. Essas orientações são uma forma de diminuir frustrações com o desenvolvimento profissional, veja abaixo!

1. Conheça seu perfil comportamental

Não é novidade para ninguém: todos nós temos um perfil comportamental, algo que nos acompanha desde o dia em que nascemos. Por exemplo, algumas pessoas são mais tímidas, outras mais extrovertidas; alguns preferem solucionar conflitos com criatividade, já alguns precisam de processos mais estruturados e organizados. Esse tipo de traço de personalidade é intrínseco, até pode ser desenvolvido e aprimorado ao longo do anos, mas a essência já está presente. Nas palavras de Eduardo Ferraz: “para se posicionar no lugar mais adequado, é fundamental que você conheça seu perfil comportamental, que reflete na maneira como você interage com o mundo ao seu redor”.

Para descobrir isso, existem diferentes tipos de testes comportamentais que podem ser feitos, sendo que o mais popular é o DISC, criado em 1928 pelo PhD em psicologia William Marston. O seu modelo é baseado em quatro características principais: dominância, influência, estabilidade e conformidade.

2. Descubra as suas motivações

Nós vivemos por uma motivação, um objetivo. Quantas vezes levantamos da cama e pensamos em ficar mais um pouco? Ou talvez passar o dia todo deitado? O que nos impede de fazer isso é justamente um propósito maior. Nesse aspecto, temos algo muito subjetivo: pode ser dinheiro, estabilidade no emprego, desejo por aprender mais coisas, reconhecimento… Entender as suas motivações é uma etapa fundamental para o autoconhecimento. Ou seja, para Ferraz, antes de você decidir a área ou empresa que quer trabalhar, é importante conversar e conhecer quem já está inserido no mercado para entender melhor como tudo funciona.

“Antes de aceitar uma proposta de emprego, é preciso pesquisar como a empresa funciona. Depois da última entrevista de seleção, você deve pedir para conversar com algumas pessoas da empresa. Procure descobrir há quanto tempo trabalham os funcionários mais antigos. Analise o perfil de quem tem dado certo, como são a cultura e os benefícios oferecidos, quem são os clientes, qual é o histórico da empresa e sua reputação no mercado”, diz.

3. Identifique e explore os seus principais talentos </3>

Você sabe o que é um talento? O escritor Geoff Colvin tem uma definição interessante: trata-se de “aptidões naturais para fazer alguma coisa melhor do que a maioria das pessoas e de maneira consistente”. Ou seja, é algo que fazemos bem feito, sem esforço e com bons resultados. Assim que você identificar o seu talento, deve aprimorá-lo uma vez que os resultados aparecerão com maior rapidez.

Para Eduardo Ferraz, existem ao menos dez tipos de talentos aplicáveis em diversas carreiras ou profissionais:

  • Artístico-corporal;
  • Esportivo;
  • Relacional;
  • Espacial;
  • Naturalista;
  • Linguístico;
  • Lógico-matemático;
  • Empreendedor;
  • Executor;
  • Criativo-intuitivo.

Portanto, é fundamental reconhecer em quais áreas você se destaca mais. E lembre-se: ninguém é bom em tudo, por isso, foque nos seus talentos será um diferencial bacana para a sua carreira.

4. Aprimore suas atitudes

As dicas anteriores eram referentes a traços praticamente imutáveis. Agora, vamos falar de algo que podemos ter controle: as nossas atitudes. Em síntese, Eduardo Ferraz diz que costumes como disposição; pontualidade; determinação para aprender; proatividade; resiliência; profissionalismo e altruísmo são pontos que não podem ser subestimados.

“Boas atitudes funcionam também como um atenuante para alguns de nossos defeitos, pois as pessoas aceitam melhor nossas falhas quando percebem que temos atitudes positivas que compensam”, destaca o consultor.

5. Corrija seus pontos limitantes

Sim, temos que explorar as nossas forças, entretanto, não podemos esquecer as fraquezas. Sendo assim, analise com atenção os seus pontos fracos e tente minimizá-los.

“Por isso, não se acomode e neutralize o que estiver limitando sua carreira. Procure ficar atento às situações em que suas fraquezas costumam aparecer. Isso o ajudará a percebê-los enquanto ainda não causaram problemas graves e ficará mais fácil diminuir sua intensidade.”, aconselha Eduardo Ferraz.

Os pontos fracos variam bastante de pessoa para pessoa, em alguns casos, a pessoa pode ser mais apática, pode procrastinar demais, apresentar dificuldade com organização ou até mesmo coisas mais sérias que demanda ajuda profissional, como instabilidade emocional. Dessa forma, fique atento a esses detalhes e os trabalhe também.

Currículos Vencedores: conquiste as suas oportunidades em 2020!

Como vimos acima, é preciso reconhecer os seus talentos para seguir uma carreira de realização e sucesso. Mas você sabe traduzir as suas aptidões para o seu currículo? Sabe qual a melhor forma de conseguir isso? Com a ajuda de quem entende do negócio! Nós somos a Currículo Vencedores, uma empresa especializada em transformar o seu currículo em um grande diferencial. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Sendo assim, não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

O que achou do nosso artigo sobre como escolher uma carreira compatível com a sua personalidade? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/dicas-para-escolher-carreira-profissional/ Mudança de Emprego: é um boa ideia procurar um novo trabalho em janeiro? Mudar de emprego em janeiro

Vamos começar esse artigo já respondendo a pergunta do título: sim! Não existe momento ruim para procurar um novo emprego. No entanto, existem algumas particularidades que precisam ser avaliadas para evitar problemas como frustração e ansiedade. Entenda melhor abaixo!

Janeiro é um bom mês para procurar um novo emprego?

Para responder essa dúvida, o Uol conversou com Lucas Oggiam, diretor da empresa de recrutamento Michael Page. De acordo com ele, o profissional deve ter uma coisa em mente: muitas empresas estão voltando de recesso e, na maioria dos casos, há colaboradores que estendem um pouco mais as férias. Ou seja, o ritmo de contratação e entrevistas tende a ser menor nas primeiras duas semanas de janeiro.

No entanto, Oggiam destaca que mesmo diante disso, é essencial começar a busca em janeiro, principalmente após o dia 6 de janeiro, quando as empresas retomam as atividades.

Quais são as dicas para conseguir um novo emprego?

Lucas Oggiam reforça que as dicas são as mesmas de qualquer mês: atualize o seu currículo e trabalhe o seu networking. Nesse último caso, a orientação é buscar apoio de pessoas que já trabalharam com você anteriormente, em vez de desconhecidos com quem nunca falou.

Currículos Vencedores: conquiste as suas oportunidades em 2020!

Como vimos acima, Oggiam reforçou a importância de manter o seu currículo atualizado e competitivo. Qual a melhor forma de conseguir isso? Com a ajuda de quem entende do negócio! Nós somos a Currículo Vencedores, uma empresa especializada em transformar o seu currículo em um grande diferencial. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

O que achou do nosso artigo sobre procurar um novo emprego em janeiro? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/procurar-novo-emprego-em-janeiro-vale-a-pena/ Mercado de Trabalho: o que esperar de 2020? Mercado de trabalho 2020

O ano de 2020, enfim, chegou! O ano passado foi marcado por sinais de recuperação – mesmo que pequenos – da economia e mercado de trabalho brasileiro. Naturalmente, a expectativa para esse novo ciclo é de avanços ainda mais significativos. Pensando nisso, o Diário do Nordeste conversou com três especialistas em recrutamento para entender melhor o que os trabalhadores podem esperar de 2020. Confira!

1. Mercado aquecido

Continuando o movimento do ano anterior, o mercado promete estar bem aquecido em 2020. Como já falamos por aqui, mais de 70 mil vagas foram criadas em outubro de 2019. A tendência, é a continuidade nessa recuperação.

“As expectativas para 2020 são positivas, tendo em vista o aquecimento do mercado de trabalho neste final de ano. A retomada da economia e os novos planos de governo têm trazido novos investimentos por parte dos empresários em seus negócios, gerando novas oportunidades no mercado de trabalho. Por outro lado, precisamos estar atentos à virada para a tecnologia que muitas profissões estão enfrentando e, consequentemente, suas atividades operacionais. Por isso, compreendendo as necessidades do mercado atual, algumas profissões já têm se posicionado muito mais como consultoras/conselheiras de negócios do que necessariamente executoras das rotinas.

(…) O profissional de mercado precisa, portanto, reinventar sua carreira, passando a ser mais protagonista deste momento e utilizando-se das ferramentas que possam agregar valor às suas entregas, sejam estas no mercado formal (celetista) ou na forma de empreendedor.”, afirmou Lise Aguiar, Mentora de Carreira/Head Hunter.

2. Crescimento profissional

Para Madalena Medeiros, executiva da Mobile Consultoria e Fastjob, palestrante e consultora organizacional e de carreira, o profissional deve se preparar para as novas vagas, investindo no crescimento de sua carreira. Veja o que Madalena disse:

“Perceber as tendências de mercado significa estar um passo à frente da concorrência. O ano de 2020 está chegando e traz um aumento do otimismo em relação ao futuro, com foco maior na agilidade, humanização e diversidade nas empresas. Existem estimativas para a economia brasileira que indicam que o PIB deve crescer no próximo ano o dobro do que o de 2019, uma taxa em torno de 2%. Essa informação nos leva a crer que o desemprego deve apresentar uma ligeira queda. Entretanto, ainda é comum vagas serem abertas e ainda faltarem pessoas qualificadas para preenchê-las. É perceptível o quanto a força de trabalho está mais diversificada, com equipes compostas por pessoas de várias gerações, origens, culturas e locais. Em 2020, isso irá aumentar. A inteligência artificial será cada vez mais presente em nosso cotidiano.

Crescimento na carreira, buscar novidades e tendências, curiosidade, empatia e inquietação serão fundamentais para atuar nesse cenário. Vence quem evolui. E evoluir é desenvolver novas habilidades e competências. A minha sugestão é que em 2020 você possa construir uma carreira inspiradora. Busque autoconhecimento, amplie o seu networking, cuide do corpo e da mente. Construa vínculos positivos, respeite as diferenças e aprenda sempre.”

3. Expectativa positiva

Por fim, a expectativa, no geral, é positiva para o mercado de trabalho em 2020. Para Hallyson Bezerra, gerente de RH, as empresas e os profissionais devem estão saindo desta crise de uma forma muito diferente do que entraram. Ou seja, percebemos um movimento de novas relações profissionais. É justamente por isso que a expectativa é por melhorias em 2020.

No entanto, o especialista ressalta que ainda há bastante incerteza no mercado – especialmente por conta da velocidade das mudanças e os novos hábitos relacionados à tecnologia. Para superar essa volatilidade, torna-se fundamental investir e aperfeiçoar a sua inteligência emocional.

Além disso, Hallyson também dá uma dica importante para quem busca recolocação profissional em 2020:

“Para os que estão buscando recolocação, estejam presentes nas plataformas digitais de recrutamento como LinkedIn, procurem vagas que possuam afinidades com seus pontos fortes. Na hora da entrevista, demonstrem, ainda que minimamente, alguma proximidade com tecnologia, flexibilidade e mantenham a energia alta, mesmo que a jornada esteja difícil. E, em algum momento, solte um sorriso.”

Currículos Vencedores: conquiste as suas oportunidades em 2020!

Com essa expectativa positiva para 2020, é essencial estar preparado para conquistar aquele sonhado emprego novo. Qual a melhor forma de conseguir isso? Com a ajuda de quem entende do negócio! Nós somos a Currículo Vencedores, uma empresa especializada em transformar o seu currículo em um grande diferencial. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

O que achou do nosso artigo sobre as expectativas para o mercado de trabalho em 2020? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/mercado-de-trabalho-o-que-esperar-2020/ Mercado de Trabalho: mais de 70 mil vagas de carteira assinada são criadas em outubro 70 mil novas vagas carteira assinada

A situação econômica do país ainda continua delicada. Enquanto o governo tenta retomar o caminho do crescimento, muitos brasileiros precisam encontrar formas de gerar renda e manter os seus respectivos custos de vida. Dentro desse cenário mais instável, uma notícia trouxe um pouco de esperança: em outubro, mais de 70 mil vagas de carteira assinada foram criadas.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia, o saldo do mês de outubro foi o seguinte: 1, 365 milhões de admissões e 1,294 milhão de demissões. Para efeito de comparação, foi o melhor resultado para o mês desde 2017, quando foram criadas pouco mais de 76 mil vagas. Além disso, foi o sétimo mês consecutivo em que as contratações superaram as demissões no país.

De quais áreas são essas vagas?

O principal responsável pelo resultado de outubro foi o segmento de comércio. Sozinho, ele gerou 43.972 postos formais, seguido pelo setor de serviços, que abriu 19.123 vagas. Outros setores com saldo positivo foram o industrial (com 8.946 vagas), a construção civil (7.294 postos) e a extração mineral (344 vagas).

Em contrapartida, o segmento da agropecuária foi o que mais causou demissões: 7.819 vagas foram encerradas em outubro, seguido pelo setor industrial de utilidade pública e pelo de administração pública, que registraram um fechamento líquido de 581 e 427 postos, respectivamente.

Currículos Vencedores: a forma de se preparar para essas vagas

Com essas novas vagas surgindo no país, é essencial estar preparado para conquistá-las. Qual a melhor forma de conseguir isso? Com a ajuda de quem entende do negócio! Nós somos a Currículo Vencedores, uma empresa especializada em transformar o seu currículo em um grande diferencial. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

O que achou do nosso artigo sobre as novas vagas do mercado de trabalho brasileiro? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado de trabalho e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/mercado-de-trabalho-mais-de-70-mil-vagas-de-carteira-assinada-sao-criadas-em-outubro/ Mercado de Trabalho: vagas para estagiários e aprendizes aumentam de janeiro a outubro Vagas para estágio crescem

Não é novidade para ninguém que a situação econômica do país ainda está delicada e requer muita atenção por parte do nosso governo. Entretanto, mesmo com esse período mais turbulento, uma boa notícia apareceu para os jovens no mercado de trabalho: de janeiro a outubro deste ano, as vagas para estágio e aprendizagem registraram um aumento de 3,7%, com a abertura de 343 mil vagas.

Os dados foram levantados pelo Centro Integração Empresa-Escola (CIEE), que atende cerca de 310 mil estagiários e aprendizes em 20 estados do país.

Quais áreas estão em alta?

Considerando todos os segmentos de contratação (público e privado), as vagas mais buscadas por universitários são as dos seguintes cursos: Direito; Pedagogia; Administração; Ciências Contábeis; Engenharia Civil e Ciências da Computação. Por outro lado, quando falamos de estudantes de nível técnico, os mais populares foram: Administração; Enfermagem; Informática; Segurança do Trabalho e Eletrotécnica.

O que esperar para 2020?

Para o ano que vem, a expectativa é que no primeiro trimestre mais 85 mil vagas sejam abertas para estagiários e aprendizes. De acordo com Marcelo Gallo, superintendente nacional de operações do CIEE, os estudantes devem estar atentos ao período de férias. Uma vez que, diferente do que pensam, é um período bem ativo no que tange contratações.

Currículos Vencedores: a forma de se preparar para essas vagas

Com essas novas vagas surgindo no país, é essencial estar preparado para conquistá-las. Qual a melhor forma de conseguir isso? Definitivamente com a ajuda de quem entende do negócio! Nós somos a Currículo Vencedores, uma empresa especializada em transformar o seu currículo em um grande diferencial. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, então, invista em você. Invista no seu sucesso.

O que achou do nosso artigo sobre as novas vagas do mercado de trabalho brasileiro para estudantes? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas, sobretudo, ao mercado de trabalho e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

https://curriculosvencedores.com.br/blog/mercado-de-trabalho-vagas-para-estagiarios-e-aprendizes-aumentam-de-janeiro-a-outubro/ Por que contratar o serviço de currículo profissional? Currículo profissional por que contratar

A resposta é simples: porque o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo. Temos um alto número de candidatos, vagas mais exigentes e muita insegurança por parte do trabalhador. Uma das causas dessa sensação são justamente as inúmeras dúvidas que envolvem um processo seletivo, especialmente quando combinadas a um longo período de inatividade profissional. Diante desse cenário pouco animador, existe uma solução que pode ser uma importante aliada na busca da conquista de um novo emprego: um currículo profissional!

O que é um currículo profissional e como ele é feito

Os currículos profissionais são elaborados por especialistas em recrutamento, os famosos “headhunters”. Ou seja, toda a informação do seu CV será analisada e trabalhada por uma pessoa que entende todas as nuances de um processo de contratação. Dessa forma, você terá um currículo com linguagem mais assertiva, com o conteúdo bem organizado e, acima de tudo, realçando os seus diferenciais para a vaga.

Quer saber como funciona a elaboração de um currículo campeão aqui na Currículos Vencedores? Vamos te explicar: primeiro, você preenche um questionário com suas informações pessoais, gerais, experiência profissional, entre outros tópicos essenciais para a formulação do seu CV. Na sequência, o nosso headhunter analisará esses dados, procurando pela melhor forma de destacar as suas qualidades no novo currículo. Por fim, você recebe o novo material: um currículo verdadeiramente competitivo.

O que esperar do seu novo currículo

Confiando no nossos serviço, o seu novo CV profissional terá as seguintes qualidades:

  • Estruturação correta;
  • Claro e objetivo;
  • Vendedor;
  • Explorando seus principais pontos profissionais.
  • Relevante para o seu segmento;
  • Diagramação perfeita;
  • Gramaticalmente perfeito.

Currículos Vencedores: nós somos a solução que você precisa

Como vimos, o currículo profissional é uma ferramenta muito importante para conquistarmos grandes objetivos. Por isso, nada melhor do que contar com a nossa ajuda, não acha?

Sabe qual é a nossa especialidade? Transformar o seu currículo. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um CV campeão.

Sendo assim, não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

https://curriculosvencedores.com.br/blog/por-que-contratar-servico-curriculo-profissional/ 10 profissões em alta para 2020 10 profissões em alta 2020

Nos últimos anos, tivemos uma sensível mudança em diversas áreas profissionais. A evolução da Internet, naturalmente, causou rupturas na forma que nos comunicamos e trabalhamos. Nesse artigo, vamos falar sobre 10 carreiras que estão em alta e tem tudo para decolarem em 2020. E sabe o que todas elas têm em comum? Foram provocadas por essa transformação que vivemos! Venha entender de vez quais são as profissões do futuro e como se preparar para conquistar a vaga.

10 profissões promissoras para 2020

1.Profissionais de Marketing Digital

Sim, o Marketing é uma carreira consolidada e até mesmo antiga, mas recentemente, acompanhamos um movimento diferente nessa área: é o Marketing Digital. Vivemos online: redes sociais, sites, etc…. Você já parou para pensar quem está por trás de tudo o que consumimos na WEB? Sim! São os profissionais de Marketing Digital. E a boa notícia para quem tem interesse na área: há muita demanda por profissionais especializados em conteúdo para WEB. Sem dúvidas, é uma carreira que estará cada vez mais destacada no mercado de trabalho.

2.Desenvolvedor de Software

Esses profissionais são e serão, por muito tempo, valorizados no mercado. Afinal, eles são responsáveis por criar sistemas que automatizam processos. Quer uma prova da importância dessa área? Sem os desenvolvedores, nada do que conhecemos funcionaria plenamente hoje. Eles analisam, entendem e executam manutenções em plataformas, além de linguagens que otimizam os serviços dos negócios.

3.Customer Success

O profissional de Customer Success (tradução livre: Sucesso do Cliente) é uma pessoa focada em assessorar o cliente em algum serviço/produto contratado. Além disso, ele deve realizar uma comunicação clara e direta com seu consumidor, para assim, gerar felicidade e fidelização da pessoa para a sua marca. Esses profissionais estão bem presentes em e-commerces e outras plataformas que prezam pelo resultado e experiência do seu consumidor.

4.Digital Influencers

Esses profissionais já estão em alta e devem permanecer assim por muito tempo. Eles são especializados em produzir conteúdo para internet, especialmente para redes sociais. O grande sucesso dos influencers é o fato das pessoas estarem se conectando mais a outras pessoas, do que propriamente uma marca. A solução encontrada para as empresas não perderem seus clientes, foi justamente investir nesses digital influencers, o que acha?

5.Engenheiro Ambiental

Não é novidade para ninguém que o meio ambiente tem sofrido drásticas mudanças. Diante dessa realidade, o profissional de engenharia ambiental será ainda mais essencial para o futuro do planeta. O principal desafio dessa pessoa é conciliar tecnologia com meio ambiente, uma vez que é inegável a necessidade de criar novos sistemas de gestão ambiental para alinhar crescimento econômico e sustentável.

6.Segurança da Informação

Infelizmente, com o crescimento da tecnologia, muitas pessoas mal intencionadas encontraram uma forma de obter vantagem por meio de roubo de informações. Diante disso, o profissional de segurança da informação desempenha um papel fundamental para proteger o conteúdo digital de uma empresa ou instituição.

7.Gestor de Resíduos

A produção de resíduos está aumentando consideravelmente, especialmente os sólidos. Por isso, cresceu a necessidade de um profissional especializado na gestão desse material produzido massivamente. O gestor de resíduos enxerga esse item de outra forma, criando novos projetos e funcionalidades para o descarte.

8.Especialista em Energias Renováveis

A preocupação com o meio ambiente não é novidade. Contudo, uma profissão que surgiu e está ganhando bastante destaque é o especialista em energias renováveis. A tendência que seja cada vez mais necessário pensar em recursos alternativos que não agridam o meio ambiente.

9.Analista de Big Data

As profissões relacionadas a tecnologia estão em uma crescente interessante. Esse analista estuda todas as informações provenientes de um sistema que circula na internet e que pode impactar o negócio de uma empresa. O mundo digital necessita de dados para melhorar os seus processos. Por isso, o Analista de Big Data é responsável por colher e interpretar todas as informações.

10.Professor Online

A educação a distância (EAD) está cada vez mais forte no Brasil. Nos próximos anos, a tendência é isso se consolidar ainda mais. Nesse cenário, a carreira de professor online será bastante requisitada. Essa é uma grande aposta para escalar os ganhos dos profissionais que vivem de transmitir conhecimento. O mercado de criação de cursos online está cada vez mais especializado e disseminado.

Como conquistar essas vagas?

Com um currículo campeão! O CV profissional é uma ferramenta muito importante para conquistarmos grandes objetivos. Por isso, nada melhor do que contar com uma forcinha, não acha? Para isso, conte com a gente! Nós somos a Currículos Vencedores! E sabe qual é a nossa especialidade? Transformar o seu CV. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo vencedor. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

https://curriculosvencedores.com.br/blog/profissoes-em-alta-para-2020/ 5 erros cruciais ao elaborar um currículo Erros ao fazer currículo

O mercado de trabalho está em constantes transformações. Novas profissões surgem, novos cargos… Sendo assim, é necessário um olhar atento para todas as novidades que aparecem diariamente. Porém, existe um item que parece resistir às mudanças: o currículo profissional, afinal, ele ainda segue um forte padrão na sua elaboração. Ou seja, mesmo que o candidato tenha as habilidades necessárias para a vaga, se ele não conseguir transmitir as informações no CV, corre sérios riscos de não ser aprovado.

Pensando nisso, reunimos o 5 erros mais comuns e frequentes ao montar um currículo profissional que podem fazer a pessoa ficar para trás em um processo seletivo.

Vamos lá?

Erros ao montar currículo

1.Dados de contato

Sim! Existem candidatos que esquecem de colocar os dados de contato na hora de escrever o currículo. Não mencioná-los ou não deixá-los visível é um motivo para ser descartado na primeira filtragem do recrutador.

2.Generalizar

Esse erro é mais frequente: não especificar seu objetivo profissional no currículo, ou deixá-lo muito amplo. Ao fazer isso, fica difícil para o especialista em recrutamento determinar a sua aderência ao perfil desejado para a vaga.

3.Excesso de informação

Imagine quantos currículos uma empresa recebe para determinados cargos. Para otimizar a seleção, são feitas várias filtragens que seguem de acordo com o que os executivos buscam. Um desses filtros é justamente a extensão do seu currículo. O que isso quer dizer? Simples: menos é mais. CV muito longos e com informações que não são relevantes para a vaga almejada tendem a ser descartados.

4.Autoavaliação

Listar pontos fortes e fracos são importantes, mas é preciso cuidado. É uma dificuldade natural do ser humano identificar suas forças e fraquezas.

5.Erros Ortográficos

Por último, sem dúvidas, o erro mais perigoso: a gramática. Uma sólida experiência profissional e diversos cursos podem passar despercebidos diante de equívocos ortográficos.

Como solucionar problemas no currículo?

Como vimos, o currículo profissional é uma ferramenta muito importante para conquistarmos grandes objetivos. Por isso, nada melhor do que contar com uma forcinha, não acha? Para isso, conte com a gente! Nós somos a Currículos Vencedores! E sabe qual é a nossa especialidade? Transformar o seu CV. Isso mesmo, temos um headhunter preparado para coletar as suas informações, e montar um currículo campeão. Não deixe a tão sonhada vaga escapar, invista em você. Invista no seu sucesso.

https://curriculosvencedores.com.br/blog/erros-cruciais-ao-elaborar-curriculo/