Como fazer uma contraproposta salarial: dicas para negociar

homem pensando em como fazer uma contraproposta salarial
14/10/2020

Falar sobre salário é sempre um ponto delicado nas oportunidades. Mas imagine a seguinte situação: a empresa dos seus sonhos te ligou, oferecendo uma vaga. Porém, o salário não é nem perto do que você está imaginando. E agora, o que fazer? Nesse artigo, revelaremos como fazer uma contraproposta salarial para que sua oferta de emprego seja boa para ambas as partes. Continue lendo!

Quando vale fazer uma contraproposta?

As contas chegam para todo mundo e algumas pessoas buscam novos cargos ou empresas justamente para conseguirem se organizar melhor financeiramente. Portanto, muitas vezes, a oportunidade é ótima, o cargo excelente e possui boa conciliação com a vida pessoal. 

Porém, se o salário não condiz com o mercado, sua formação, seus conhecimentos técnicos e com suas experiências, então vale oferecer uma contraproposta. 

Se você realmente está interessado, não é necessário negar a oportunidade. É possível conversar e tentar jogar de volta a proposta que você recebeu com um novo salário e/ou benefícios.

Como fazer uma contraproposta salarial?

Muitas pessoas tem medo de fazer uma contraproposta e acabar perdendo a oportunidade. Porém, existem formas de tratar desse tema delicado e até mesmo conseguir as condições que você gostaria! Confira as dicas abaixo:

Estude o mercado

Antes de tudo: estude. Pesquise o mercado para saber o piso e média salarial para o cargo que você está negociando. Além disso, avalie a região que você está pois para cada cidade ou estado o valor também pode mudar bastante.

Seja claro, mas com cautela

É fundamental saber como falar na hora da negociação. Você deve ser firme e claro na comunicação, mas ao mesmo tempo também deve ser delicado por tratar desse tipo de assunto. Além disso, seja humilde e flexível, caso consigam entrar em algum acordo que seja bom para ambas as partes.

Não exagere no valor

Se o salário apresentado pela empresa for muito abaixo do que você tem em vista, talvez realmente não seja possível negociar. No entanto, se há possibilidade, faça uma proposta de até 20% a mais do que foi oferecido. As chances de sua contraproposta dar certo se mantém nessa margem.

Avalie os benefícios

Muitas vezes, o salário pode não ser realmente aquilo tudo que você estava imaginando. No entanto, avalie se os benefícios oferecidos compensam em comparação ao seu emprego atual. Plano de saúde, odontológico, auxílio estacionamento e outros custos que não vão sair do seu bolso podem valer a pena.

Argumente sobre seus diferenciais

Se você possui pontos que possam te destacar na empresa e auxiliá-la a crescer, então nada mais justo do que destacá-los. Na hora de fazer a contraproposta salarial, fale sobre os idiomas que você fala, os cursos de capacitação, pós-graduação, experiência e todo tipo de informação que faça a empresa pensar nos ganhos ao incluí-lo na equipe.

Não desanime!

Se a negociação não deu certo, não desista. Nem sempre conseguimos o salário ideal, mas isso não significa que não merecemos. Continue buscando oportunidades e não deixe de investir em você: aposte em cursos, especializações e, claro, num currículo profissional!


O que achou do nosso artigo sobre como fazer uma contraproposta salarial? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Além disso, acompanhe nosso blog e fique por dentro de muitas outras dicas e notícias para se destacar no mercado de trabalho. Até a próxima!

telefone