Está desempregado? 5 dicas para usar o LinkedIn!

Como alguém desempregado pode usar o LinkedIn
07/04/2020

O mercado de trabalho é extremamente concorrido. Isso não é novidade para ninguém. Contudo, o ano de 2020 trouxe fatores ainda mais agravantes para quem busca uma recolocação profissional: a pandemia de Coronavírus (COVID-19). Se a economia brasileira esboçava alguma reação, esse duro golpe promete interromper as melhorias que tanto aguardávamos. Diante disso, resolvemos montar um artigo especial para quem está desempregado durante esse período de quarentena: 5 dicas para usar o LinkedIn na busca por uma recolocação profissional.

Entendendo melhor o LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social voltada para o desenvolvimento de relacionamentos profissionais. Em outras palavras, podemos afirmar que trata de uma plataforma que ajuda pessoas e empresas a anunciarem vagas, buscarem empregos, alimentar um networking para realizar parcerias, entre outras ações similares.

Sem dúvidas, com a sua consolidação, o LinkedIn tornou-se um grande currículo online, afinal, traz diversas funcionalidades que otimizam a interação profissional e, naturalmente, ajudam quem procura por uma nova oportunidade.

Por isso, separamos 5 dicas para potencializar a sua experiência no LinkedIn, especialmente se você está desempregado e almeja uma recolocação.

5 dicas para quem está desempregado e quer usar o LinkedIn

Como estamos falando de uma rede social focada no mercado de trabalho, alguns cuidados devem ser seguidos. É sempre importante reforçar que o LinkedIn não é um Facebook ou Instagram, portanto, tenha bom senso ao utilizá-lo. Vamos para as dicas?

1. Montando o seu perfil – O que colocar no LinkedIn quando está desempregado?

A nossa primeira dica é sobre o seu perfil no LinkedIn. Antes de mais nada, lembre-se de colocar o seu como público, ou seja, qualquer usuário terá acesso à sua página profissional. Além disso, mesmo se estiver desempregado, é muito importante não colocar coisas como “desempregado e busco emprego urgentemente” no campo do seu nome. Sim, sabemos que a situação não está fácil, mas esse tipo de ação causa um impacto negativo aos recrutadores e podem, muitas vezes, gerar vagas subvalorizadas propostas diante do seu desespero.

Depois de seguir essas duas primeiras recomendações, está na hora de explicar a sua experiência profissional em seu perfil. É essencial que você organize bem essas informações e com bastantes detalhes. Caso ainda não tenha experiência profissional, priorize a sua área de atuação, formação, cursos feitos, entre outros detalhes que possam mostrar que mesmo sem experiência, você é uma pessoa proativa e que busca capacitação o tempo todo.

Para quem possui um currículo mais extenso, uma dica interessante é usar o esquema de pirâmide invertida para listá-las. Dessa forma, comece falando da sua experiência atual até chegar na última. Essa é uma ótima maneira de mostrar ao recrutador a sua evolução profissional.

Por fim, chegamos a última etapa na montagem do perfil: o resumo! Toda página pessoal no LinkedIn tem espaço para um resumo do perfil. A nossa dica é que você utilize esse campo para apresentar um mini-currículo. Sendo assim, aproveite para resumir suas habilidades, conquistas, etc. Isso vai ajudá-lo a ser notado.

2. Uso de palavras-chave

Ao editar o seu perfil, você verá que o LinkedIn disponibiliza para preenchimento um campo com palavras-chave. Elas servem justamente para que os recrutadores encontrem profissionais das áreas de atuação específicas que procuram. Portanto, não esqueça de acrescentar palavras relacionadas com a área que busca uma oportunidade. Além disso, é importante trabalhá-las ao longo do seu perfil também, como no seu cargo e ao longo do seu mini-currículo feito anteriormente.

Exemplo: se você trabalha com marketing, pode colocar coisas como “Analista de Marketing”, “Gerente de Marketing”, “Assistente de Marketing” e assim vai…

3. Não subestime o poder do networking

Cultivar um bom networking não é uma tarefa fácil, afinal, estamos falando de um investimento a longo prazo. Sim, não devemos fazer networking apenas quando precisamos de um emprego. Mesmo empregado, é fundamental manter uma rede de contatos, trocar informações, conhecimento, entre outras ações.

Networking para desempregado no LinkedIn

Contudo, devemos destacar alguns cuidados: nada lhe impede de adicionar pessoas que atuam na sua área ou até mesmo profissionais de áreas que podem agregar valor à sua. Porém, tome cuidado quando aparecem pedidos de conexão por pessoas que não tenham nenhuma relação com os seus objetivos de carreira. O ideal é não aceitar o pedido, apenas por uma questão de privacidade e segurança.

4. Produza conteúdo no LinkedIn!

Uma das grandes vantagens do LinkedIn é a sua plataforma democrática. Por exemplo, qualquer usuário consegue criar um conteúdo e compartilhar com toda a sua rede de contatos. Então, separe algum dia da semana ou do mês para gerar conteúdo relevante sobre a sua área de atuação e compartilhe! Além de você expor o seu perfil, ainda mostra para recrutadores que você entende sobre o assunto.

5. Esteja sempre presente

Fez tudo o que listamos nos itens anteriores e acha que já está bom? Não! Além de seguir todas as nossas dicas, é preciso continuar atuante no LinkedIn – mesmo se enfim conseguir uma recolocação profissional. Quando deixamos o perfil desatualizado, a imagem que passamos é de desinteresse pela nossa própria carreira. Sendo assim, preserve e cuide da sua página profissional.

Está desempregado e precisa de ajuda com o LinkedIn?

Achou essas etapas desafiadoras? Então, por que não contar com ajuda? Aqui na Currículos Vencedores, temos especialistas em reestruturação do LinkedIn. Se precisar de ajuda, entre em contato e garanta um perfil campeão!

O que achou do nosso artigo sobre como usar o LinkedIn estando desempregado? Se gostou, não esqueça de curtir e compartilhar com os seus amigos. Caso tenha alguma dúvida, entre em contato e fale com os nossos especialistas. Além disso, acompanhe nosso blog! Mensalmente trazemos notícias relacionadas ao mercado profissionais e formas de se destacar nessa competição.

Até a próxima!

telefone